Botafogo 1 x 4 Penapolense - Caçula apronta mais uma...

CAP goleou e confirmou a classificação à decisão do interior

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 04 (AFI) - O Penapolense estraçalhou o sonho do bicampeonato do interior do Botafogo. Na tarde deste sábado, o CAP derrotou o Botafogo, por 4 a 1, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, e é o primeiro time confirmado na decisão do Torneio do Interior do Campeonato Paulista

Agora, o Penapolense, que disputa o Paulistão pela primeira vez na história, aguarda o vencedor do duelo entre Linense e Ponte Preta, que se enfrentam neste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O jogo
O fator casa era uma das armas do Botafogo para a partida, mas o discurso funcionou até a bola rolar, pois quando Paulo César de Oliveira autorizou o começo da partida, quem mandou no jogo foi o Penapolense. O time visitante fez pressão e quase marcou logo aos quatro minutos em cobrança de falta de Guaru, que explodiu no travessão.

A pressão só diminuiu quando o CAP conseguiu abrir o placar. Após cobrança de escanteio de Guaru, Magrão subiu sozinho e deu um leve desvio, suficiente para tirar o goleiro Rafael Santos da jogada e abrir o placar. Os visitantes, contudo, não tiveram tempo para comemorar.

No lance seguinte, o Botafogo conseguiu o empate. Em outra jogada de bola parada, Daniel Borges fez o levantamento da esquerda, a bola passou por todo mundo, até pelo goleiro Marcelo e acabou morrendo no fundo das redes. A partir daí a partida mudou e caiu de nível.

O Penapolense ficou mais com a bola, mas não conseguiu penetrar o trio de defesa do Botafogo, que se organizou durante o primeiro tempo. Os donos da falta sentiram falta de um organizador de jogadas no meio-campo e erraram bastante quando estiveram perto do gol defendido por Marcelo.

Segundo tempo
Na volta dos vestiários, os times repetiram a atuação do final da primeira etapa. O jogo era feio e pouco criativo até o volante Zé Antônio interromper arrancada de Rodrigo Biro com falta dentro da área. Ele acabou expulso por cometer a penalidade. Na cobrança, Guaru não perdoou e colocou os visitante novamente na frente.

O Botafogo reclamou bastante do lance, pois no começo do segundo tempo, Dimba recebeu passe de Naôh, mas caiu dentro da área. O camisa 9 reclamou bastante de um possível agarrão de Gualberto, que teria tirado o equilíbrio do atacante na hora da finalização.

Com mais espaço, o Penapolense jogava fácil. Geuvânio tentou ampliar ao driblar o goleiro Rafael Santos, mas bateu torto e perdeu grande chance. Eric, porém, não desperdiçou a oportunidade quanto teve. O jovem aproveitou saída errada da defesa do Botafogo e tocou na saída do goleiro aos 35 minutos.

Em seguida, a defesa dos mandantes ficou só olhando e Guaru aproveitou. O camisa 10 carregou e foi derrubado por Daniel Borges dentro da área. Pênalti. Na cobrança, o próprio meia foi para a bola e deu números finais ao duelo. No final, o lateral Raí quase protagonizou um lance histórico ao arriscar do meio-campo

Ficha Técnica

Fase
Troféu Campeão do Interior - Semifinal
Rodada
1ª rodada
Data
04/05/2013
Horário
16h00
Local
Estádio Santa Cruz, em - Ribeirão Preto (SP)
Árbitro
Paulo César de Oliveira

Assistentes
Emerson Augusto de Carvalho e João Edilson de Andrade

Botafogo
Rafael Santos;
Igor, Luís Henrique e Preto Costa;
Daniel Borges, Zé Antônio, Alemão, Otacílio Neto (Paulo Roberto) e Raí;
Dimba (Fábio Gama) e Naôh (Francis)
Técnico: Luiz Fernando Paião (interino)
Penapolense
Marcelo;
Luis Felipe, Perez, Gualberto e Rodrigo Biro;
Liel, Fernando, Heleno e Guaru;
Fio (Geuvânio) e Magrão (Eric)
Técnico: Pintado