Segundona: 'Filho' de Santos, Axel busca acesso em terra natal com o Taboão da Serra

Atleta do Santos e Portuguesa Santista, ele foi técnico do Jabaquara na temporada passada

por Federação Paulista (FPF) - São Paulo

Taboão da Serra, SP, 23 - O Taboão da Serra tem uma missão complicada para buscar uma vaga na final do Campeonato Paulista da Segunda Divisão e consequentemente uma das vagas para a Série A3 de 2017. Os comandados de Axel têm que vencer a Portuguesa Santista por dois gols de diferença para ficar com a vaga. O jogo será em Santos, cidade natal do técnico Axel, que conhece bem o ambiente.

Axel atuou nas categorias de base da Portuguesa Santista até se transferir para o Santos, clube pelo qual se profissionalizou em 1990. Após rodar pelo futebol brasileiro e mundial, o jogador voltou à Portuguesa Santista quando disputou o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil em 2004.

Axel pode conduzir Taboão da Serra à Série A3 (Foto: Rodrigo Corsi/FPF)
Axel pode conduzir Taboão da Serra à Série A3 (Foto: Rodrigo Corsi/FPF)
Na última temporada, Axel treinou o Jabaquara, outra equipe de Santos, quando quase conquistou o acesso para a Série A3.

Conhecedor dos ares santistas, o treinador falou da sua ligação com o clube lusitano.

“O carinho que tenho pela Portuguesa Santista é algo além do futebol. Passei pelo clube nas categorias de base, depois tive a sorte de me profissionalizar pelo Santos. Depois joguei pela Portuguesa novamente e tive a oportunidade de jogar a Copa do Brasil, mas sou profissional e hoje defendo as cores do Taboão da Serra”, comentou Axel.

O treinador do Taboão da Serra também se mostrou satisfeito com sua curta carreira no banco de reservas, mas almeja vôos mais altos.

“Estou muito feliz, pois estou em um processo evolutivo na carreira. Somos treinadores novos, chegar a uma semifinal, melhorando ainda mais meu desempenho do ano passado é gratificante. Mas temos que pensar sempre em conquistas, porque o que coroa o nosso trabalho são os títulos e acessos e esse é o meu maior desejo”, ressaltou.

Em relação ao confronto decisivo diante da Portuguesa Santista, o treinador apontou a força de recuperação de seus comandados como um fator preponderante para classificação do Taboão da Serra.

“Todas as vantagens favorecem a Portuguesa Santista, mas todas as nossas classificações sempre foram difíceis. Muita gente achava que não nos classificaríamos, e vencemos partidas importantes fora de casa, e essa força nos motiva para buscar a classificação”, afirmou.

Por fim, Axel projetou o confronto diante da Portuguesa Santista.

“Será muito difícil. Vamos ter que nos superar para sobreviver. Eles têm a vantagem e temos que tirar a diferença de dois gols. Estamos conscientes e vamos para sairmos com a classificação que é o que nos interessa”, concluiu.

Portuguesa Santista e Taboão da Serra se enfrentam neste sábado (24), às 15h, no estádio Ulrico Mursa em Santos.