Segundona: Desportivo Brasil pode recolocar Porto Feliz na Série A3 depois 23 anos

Portofelicense, União e Estrela foram os antecessores do DB

por Luiz Carlos Éden - Sorocaba

Sorocaba, SP, 23 (AFI) - Desportivo Brasil recebe o XV de Jaú neste sábado (28), às 15 horas, no estádio municipal Ernesto Rocco, em Porto Feliz, pela segunda partida semifinal da Segunda Divisão do Campeonato Paulista.

Como venceu por 2 a 1, no Zezinho Magalhães, em Jaú, na partida de ida, o time da Terra das Monções pode até perder por um gol de diferença para conquistar o acesso e ir à final da competição contra o vencedor da outra semifinal entre Portuguesa Santista e Taboão da Serra.

Já o Galo da Comarca precisa ganhar por dois ou mais gols de diferença. Caso conquiste o objetivo, o DB estará recolocando Porto Feliz na Terceirona depois 23 anos. O ultimo representante da cidade nesta divisão do estadual foi com o extinto Estrela em 1993.

Desportivo Brasil pode recolocar Porto Feliz na Série A3 depois 23 anos
Desportivo Brasil pode recolocar Porto Feliz na Série A3 depois 23 anos
Portofelicense, União e Estrela antecessores do DB
Antes do Desportivo Brasil, a cidade de Porto Feliz, interior paulista, cerca de 100 km de São Paulo, havia contado com a representação de três de seus clubes nos campeonatos de futebol profissional organizados pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

A Associação Atlética Portofelicense (73 anos) com 18 participações, destas, três pela Segunda Divisão (atual Série A2) na década de 50, foi o time que mais vezes representou a cidade.

O Esporte Clube União, que completou 100 anos no último dia 3 de setembro, disputou a Terceira Divisão (atual A3) em 1958 e 1959.

Com o Estrela Esporte Clube foram mais seis temporadas nos estaduais da FPF entre 1991 a 1999, pela Terceira, Quarta e Quinta Divisão.

Desportivo Brasil bateu na trave em 2009
Fundado pelo Grupo Traffic em 19 de novembro de 2005 (10 anos), o Desportivo Brasil Participações Ltda., conhecido por DB, tem sede na cidade Porto Feliz (Terra das Monções), onde manda seus jogos no estádio Ernesto Rocco, hoje com capacidade para 5000 torcedores.

Além do futebol profissional, o clube trabalha com categorias de base, desde o Sub11 ao Sub 20, sempre priorizando na formação de atleta de alto nível. Graças a infraestrutura oferecida, esforço e dedicação, o DB já conta com centenas de jogadores espelhados nos principais clubes brasileiros e do exterior.

Na categoria profissional, o Desportivo Brasil participa do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (4ª Divisão) desde 2009 e, de lá pra cá, só esteve ausente na edição de 2014. Em 2009, em sua primeira participação, esteve muito próximo de conquistar o acesso à Série A3 (3ª Divisão). Naquela oportunidade, o DB ficou com a 3ª colocação do Grupo 16 do quadrangular final, com 8 pontos, mesma pontuação do Taubaté, que, pelo número de gols marcados (10 a 8), ficou com a vaga.