Lateral entra na Justiça e cobra ‘caminhão de dinheiro’ do Paraná

Pela assessoria de imprensa, o Paraná diz que não foi notificado sobre a ação de Fernandes

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 12 (AFI) – Um dos clubes mais ‘caloteiros’ do país, o Paraná ganhou mais uma Ação Trabalhista para se preocupar. Isso porque o lateral-esquerdo Fernandes (foto abaixo) alegou falta de pagamento e junto à Justiça cobra uma fortuna do clube paranaense. Ele não é o primeiro que reclama dos problemas financeiros.

Fernandes alega que não recebeu os salários de novembro e dezembro, bem como o clube não pagou direitos de imagem, férias e 13.º salário dos dois últimos anos. Acionou a Justiça para conseguir rescisão indireta do seu contrato de trabalho – vínculo com o Paraná ia até dezembro de 2017.

O valor da ação é de R$ 431.755,29, montante que deverá ser ainda maior com o passar do tempo devido à correção. Independente disso, Fernandes já não treina mais no Paraná e mesmo não tendo conseguido a rescisão com o Tricolor já foi anunciado como reforço do Botafogo, de João Pessoa.

Pela assessoria de imprensa, o Paraná diz que não foi notificado sobre a ação de Fernandes. É fato que essa situação preocupa quem já está no elenco do Tricolor e quem negocia para reforça-lo para 2017. O volante Anderson Uchoa, por exemplo, aceitou proposta do Fortaleza, time da Série C. Se a falta de pagamento persistir, a tendência é que a debandada seja ainda maior.

O Paraná estreia na temporada no próximo dia 25, quando recebe o Avaí, em Curitiba, pela primeira rodada da Primeira Liga.