Série B: Paraná perde zagueiro, mas Martelotte tem volta de suspensos

No último trabalho, Martelotte deixou os jogadores à vontade para o tradicional “rachão

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 23 (AFI) – O técnico Marcelo Martelotte finalizou na manhã desta sexta-feira, no CT Ninho da Gralha, a preparação do Paraná que encara o Náutico neste sábado, às 16h20, na Vila Capanema. O Tricolor busca a reabilitação no Campeonato Brasileiro da Série B e o treinador preferiu, porém, não antecipar a escalação que inicia a partida, válida pela 27ª rodada da competição.

Com 33 pontos e em 13º lugar, o Paraná ainda acredita numa aproximação das primeiras colocações e, para isso, conta com o apoio do seu torcedor na reta final da competição.

“Esse jogo deve ser encarado como uma decisão. Não podemos mais desperdiçar pontos dentro de nossa casa”, frisou Uchôa, que prefere não dar nenhum aspecto de revanche para esse duelo. “No primeiro turno, foi um jogo atípico. Agora, o importante é vencer, não importa o placar”, emendou o volante.

No último trabalho, Martelotte deixou os jogadores à vontade para o tradicional “rachão” e, após esta movimentação, houve uma sessão de cobranças de faltas e pênaltis para alguns jogadores. A baixa para esta partida é o zagueiro João Paulo. Com um desconforto nos adutores, ele foi vetado pelo departamento médico e passará por exames nos próximos dias. Por outro lado, o treinador conta com os retornos do volante Anderson Uchôa e do atacante Fernando Karanga.

Nadson, que não esteve em campo em Recife, também prefere manter o foco no atual momento do time. “Estamos vindo de derrotas, mas não estamos jogando mal. Temos que ter maior atenção nos 90 minutos, pois alguns descuidos estão nos custando muito caro”, lembrou o camisa 10. “Está tudo muito equilibrado e uma vitória nos coloca novamente no páreo. O jogo é chave, pois podemos nos igualar ao Náutico e encurtar a distância para o G4”, concluiu o jogador.

Com isso, o provável time do Paraná para este sábado conta com Marcos, Lucas Taylor, Leandro Silva, Alisson (Leonardo) e Henrique; Uchoa, Lucas Otávio, Nadson, Guilherme Queiroz e Diego Tavares; Karanga