Liga dos Campeões: Inglaterra retira visto e impede lateral do PSG enfrentar o Arsenal

Aurier teve seu visto retirado por ter sido condenado a dois meses de prisão em setembro após ter agredido um policial na França

por Agência Estado

São Paulo, SP, 22 - O Paris Saint-Germain ganhou um inesperado problema de última hora para enfrentar o Arsenal nesta quarta-feira, em Londres, pela Liga dos Campeões. O lateral Aurier teve seu visto de entrada na Inglaterra retirado pelas autoridades britânicas nesta terça e será desfalque certo para a partida pelo Grupo A.

De acordo com um comunicado do próprio PSG, Aurier teve seu visto retirado por ter sido condenado a dois meses de prisão em setembro após ter agredido um policial na França. Os advogados do jogador, no entanto, entraram com recurso e garantiram sua liberdade, além do direito de seguir atuando no país e no exterior.
Aurier teve seu visto retirado por ter sido condenado a dois meses de prisão em setembro
Aurier teve seu visto retirado por ter sido condenado a dois meses de prisão em setembro

Até por isso, a decisão inglesa de retirar o visto de Aurier irritou o clube francês. "Serge Aurier não foi liberado para viajar com o elenco do técnico Unaí Emery para o confronto com o Arsenal. O Paris Saint-Germain está chocado com esta situação incompreensível que ataca a integridade da Liga dos Campeões", afirmou o PSG em nota.

De acordo com o clube, Aurier havia sido liberado para entrar na Inglaterra no dia 21 de outubro, mas, sem maiores explicações, o ministro do Interior voltou atrás no último dia 16 e retirou-lhe o visto. "O clube argumentou diversas vezes que desde que o jogador conseguiu uma apelação legal contra a ação criminal, tem o direito de presunção de inocência, como qualquer outra pessoa exercendo o direito da apelação", afirmou o PSG, antes de criticar a "falta de respeito" com o clube.

"O PSG lamenta muito que a presunção de inocência não tenha influenciado na decisão britânica. Em diversas ocasiões, a Uefa também transmitiu seu apoio ao PSG às autoridades britânicas neste caso, para preservar a integridade da competição. O clube também condena que a decisão final das autoridades britânicas tenha sido comunicada às 14h (local) desta terça-feira, apesar de o clube ter trabalhado pelos últimos seis dias para encontrar uma solução."

Sem Aurier, o PSG vai a Londres enfrentar o Arsenal na disputa pela liderança do Grupo A da Liga dos Campeões. As duas equipes têm 10 pontos, dividem a ponta e já estão garantidas na próxima fase da competição.