Handebol: Seleção masculina perde último jogo preparatório antes do Mundial

Comandados do técnico Washington Nunes venceram nas duas primeiras rodadas da Yellow Cup

por Agência Estado

Campinas, SP, 08 - No último jogo de preparação para a disputa do Mundial da França, que começará nesta quarta-feira, a Seleção Brasileira masculina de handebol foi derrotada pela Suíça por 27 a 25 (14 a 14 no primeiro tempo), neste domingo, na cidade suíça de Winterthur. O revés fez com que o Brasil terminasse a Yellow Cup na segunda colocação, atrás justamente dos donos da casa.

Nas duas primeiras rodadas, o Brasil comandado pelo técnico Washington Nunes garantiu vitórias contra a Romênia e a Eslováquia, resultados muito importantes nessa reta final de preparação para o principal campeonato do ano.

Para o terceiro e último dia da Yellow Cup foi reservado o confronto mais equilibrado e o que exigiu mais da equipe brasileira. O placar foi disputado praticamente gol a gol todo o tempo com o Brasil e os donos da casa se alternando na liderança. Segundo o treinador, a dificuldade do confronto contribui bastante para o treinamento da equipe.

Seleção Brasileira masculina de handebol amistoso antes do mundial
Seleção Brasileira masculina de handebol amistoso antes do mundial
"Foi uma partida como queríamos, com uma boa preparação dos jogadores. Conseguimos novamente incluir os mais jovens e isso foi bom. Também nos mantivemos boa parte do jogo à frente. No primeiro tempo cedemos um pouco e eles empataram, aí, no segundo, passamos uns quatro gols à frente e ficamos um bom tempo assim. Porém, como estamos em preparação, alguns atletas tinham que entrar e participar do jogo, com isso, tivemos uma pequena oscilada, mas mesmo com essas mudanças, eles deram conta direitinho", descreveu Washington Nunes. "No final, faltando uns oito minutos, o confronto estava equilibrado, tivemos uma exclusão e isso nos dificultou um pouco. Eles abriram dois gols", completou.

ANIMADOS?
A boa atuação do Brasil nas três partidas da Yellow Cup deu um ânimo a mais para a equipe, em busca do objetivo principal que é o Mundial.

"A avaliação foi bastante positiva do sistema 5x1. Retomamos, mesmo com a ausência do Alemão e do Borges, o Guilherme é o Cleryston conseguiram executar muito bem o avançado. Defensivamente tivemos a participação do Thiago, que nos ajudou muito. Um ponto negativo ainda é a construção do jogo em superioridade numérica, que precisa ser melhorado. Mas, fora isso, saímos da Suíça com um sentimento muito positivo de tudo que conseguimos construir para entrar no Mundial preparados", finalizou o técnico.

Nesta segunda-feira, a equipe segue rumo a Paris, onde faz a estreia do Mundial contra os franceses nesta quarta-feira, na Accorhotels Arena, às 17h45 (de Brasília). As equipes fazem parte do Grupo A, que conta ainda com Polônia, Japão, Noruega e Rússia.