Fórmula 1: Hamilton larga na pole em Abu Dabi, mas com Rosberg ao lado

Para ficar com o título, o pilto britânico precisa vencer a corrida e torcer para que Rosberg não chegue no pódio

por Agência Estado

Campinas, SP, 26 (AFI) - Lewis Hamilton cumpriu o primeiro requisito para tentar mais um título mundial da Fórmula 1 no último GP da temporada. Neste sábado, o britânico voou no treino noturno de classificação para o GP da Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, e garantiu a pole position. Nico Rosberg, que lidera do Mundial, vai dividir a primeira fila com o companheiro.

Largar na pole era importante para Hamilton porque ele precisa da vitória no domingo. Para ficar com o título, depende também que Nico Rosberg não chegue ao pódio, terminando da quarta colocação para baixo.

Neste sábado, Hamilton foi o único a baixa de 1min39s para fazer sua volta mais rápida em 1min38s755, já nos segundos finais do Q3. Nico Rosberg, logo depois, até melhorou sua marca, para 1min39s058, mas não superou o companheiro. Ainda assim, sobrou sobre o restante dos adversários.

A segunda fila terá Daniel Ricciardo, da Red Bull, que foi meio segundo mais lento que os carros da Mercedes, com 1min39s589, e também a Ferrari de Kimi Raikkonen. Na terceira, a ordem se inverte: Sebastian Vettel com a Ferrari em quinto e Max Verstappen em sexto com a Red Bull. Os dois brigam pelo quinto lugar do Mundial, com Vettel defendendo cinco pontos de folga na frente.

Em seu GP de despedida da Fórmula 1, Felipe Massa vai largar no décimo lugar. Com a Williams, ele marcou 1min41s213 e foi superado só no finalzinho do treino por Fernando Alonso, que sai em nono. Separados por dois pontos, com o espanhol na frente, eles disputam o 10.º lugar do Mundial.

Naquele que também pode ser seu último GP na Fórmula 1, Felipe Nasr larga em 19.º lugar, depois de ser eliminado no Q1 com o tempo de 1min42s247. Marcus Ericsson, seu companheiro de equipe, que já renovou com a Sauber, sai em último.

O problema para eles é que Pascal Wehrlein, alemão da Manor, passou para o Q2 e larga em 16.º lugar. Sauber e Manor disputam o 10.º lugar do Mundial de Construtores, o que deve valer uma bolada de US$ 30 milhões (R$ 100 milhões) em prêmios. A Sauber está na frente, com os dois pontos conquistados por Nasr no Brasil. A Manor tem um ponto só.

Confira o grid de largada do GP de Abu Dabi:

1.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - 1min38s755

2.º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1min39s058

3.º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) - 1min39s589

4.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - 1min39s604

5.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - 1min39s661

6.º - Max Verstappen (HOL/Red Bull) - 1min39s818

7.º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India) - 1min40s501

8.º - Sergio Perez (MEX/Force India) - 1min40s519

9.º - Fernando Alonso (ESP/McLaren) - 1min41s213

10.º - Felipe Massa (BRA/Williams) - 1min41s213

-------------------------------------------------

11.º - Valtteri Bottas (FIN/Williams) - 1min41s084

12.º - Jenson Button (ING/McLaren) - 1min41s272

13.º - Esteban Gutierrez (MEX/Haas) - 1min41s480

14.º - Romain Grosjean (FRA/Haas) - 1min41s564

15.º - Jolyon Palmer (ING/Renault) - 1min41s820

16.º - Pascal Wehrlein (ALE/Manor) - 1min41s995

-------------------------------------------------

17.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) - 1min42s003

18.º - Kevin Magnussen (DIN/Renault) - 1min42s142

19.º - Felipe Nasr (BRA/Sauber) - 1min42s247

20.º - Esteban Ocon (FRA/Manor) - 1min42s286

21.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso) - 1min42s393

22.º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber) - 1min42s637