Natação: Etiene Medeiros ganha a medalha de ouro nos 50 metros borboleta do Torneio Open

A competição abre a disputa por vagas no Mundial de Esportes Aquáticos

por Agência Estado

São Paulo, SP, 23 - Unisanta, Pinheiros e Sesi saíram na frente após a primeira noite de finais do Torneio Open, nesta quarta-feira, na cidade de Palhoça, em Santa Catarina. A competição abre a disputa por vagas no Mundial de Esportes Aquáticos, que acontecerá em Budapeste, na Hungria, em 2017. A seleção dos atletas desta vez será pro índice técnico e a última seletiva acontecerá no Troféu Maria Lenk do ano que vem.

Na prova dos 50 metros borboleta feminino, que pela manhã foi vencida por Daynara de Paula, do Sesi, seguida por sua colega de clube, Etiene Medeiros, à noite teve as posições invertidas e deu a Etiene (26s51) o ouro e a prata para Daynara (26s61). O bronze foi para Luanna Oliveira (27s45), do Pinheiros.
Etiene Medeiros ganha a medalha de ouro nos 50 metros borboleta do Torneio Open
Etiene Medeiros ganha a medalha de ouro nos 50 metros borboleta do Torneio Open

"Eu estou em uma fase boa, me sentindo bem e me preparando para os próximos desafios. Mesmo assim vim aqui para nadar tudo que posso e encarar com seriedade. É normal de manhã nadar um pouco mais pesado e sabia que agora podia melhorar, mas eu me surpreendi com esse tempo. Estou feliz, quero sempre estar competitiva. Em comparação com o ano passado, que o Open era seletiva olímpica, agora é muito mais tranquilo, mas é bom também poder trabalhar com os nossos objetivos", disse Etiene Medeiros.

Um atleta jovem, Guilherme Costa, de 18 anos, venceu a prova mais longa das piscinas: os 1.500 metros, que teve pódio triplo para a Unisanta: Guilherme (ouro com 15min17s46), Luiz Arapiraca (prata com 15min35s28) e Victor Colonese (bronze com 15min41s05). "Me senti meio pesado desde o início, mas comecei bem. Foi muito bom. Este foi o meu primeiro título adulto. Ano passado fui terceiro aqui. Ano passado, no Mundial Júnior eu estava entre os cinco primeiro, agora consegui melhorar bem e quero continuar nestes nível", afirmou o medalhista de ouro.

Henrique Martins confirmou o resultado da manhã e também levou ouro nos 50 metros borboleta. Desta vez, o atleta do Minas Tênis Clube marcou 23s28, seguido por Guilherme Rosolen (23s75), do Pinheiros, e de Leonardo Schilling (23s95), do Marista Criciúma.

Nos 200 metros costas, assim como na parte da manhã, o Corinthians dominou. O clube fez primeiro lugar nas provas masculina e feminina com Brandonn Pierry (1min59s71) e Gabriela Mello (2min15s08). Na disputa feminina outra corintiana, Natália de Lucas (2min16s03) ficou com a prata. O Pinheiros fez a prata masculina com Fábio Santi (2min01s30) e o bronze feminino com Florência Perotti (2min17s93). O terceiro lugar masculino foi de Leonardo Finn (2min03s86), da Unisanta.

Joanna Maranhão, do Pinheiros, venceu os 800 metros com a marca de 8min38s73. Viviane Jungblut (8min42s89), do Grêmio Náutico União, e Bruna Primati (8min54s20) ficaram com a prata e o bronze.