Tênis: Del Potro bate Murray em batalha de 5 horas e põe Argentina à frente na Davis

Pesou a favor do argentino nesta sexta-feira o nervosismo de Murray, irritado com as falhas cometidas

por Agência Estado

Campinas, SP, 16 - Um mês depois de duelarem na final da Olimpíada do Rio, Andy Murray e Juan Martín Del Potro se reencontraram nesta sexta-feira na abertura de uma das semifinais do Grupo Mundial da Copa Davis. E se naquela ocasião Murray levou a melhor, desta vez Del Potro deu o troco e venceu uma batalha de mais de 5 horas para calar a arena em Glasgow e colocar a Argentina à frente da Grã-Bretanha.

No dia 14 de agosto, Murray utilizou-se da vantagem física sobre Del Potro para triunfar no Rio e se sagrar bicampeão olímpico. Passado um mês e dois dias, o argentino superou as dificuldades de quem ficou praticamente dois anos afastado das quadras e levou a melhor em um incrível duelo de 5h07min para fazer 3 sets a 2, com parciais de 6/4, 5/7, 6/7 (5/7), 6/3 e 6/4.

A vitória escancarou a qualidade de Del Potro e mostrou que o tenista ainda pode incomodar os principais nomes do esporte na atualidade. Depois de um início ruim neste retorno ao tênis, o argentino já acumula bons resultados, como a medalha de prata olímpica e as quartas de final no US Open.

Andy Murray e Del Potro (foto) se reencontraram na abertura de uma das semifinais do Grupo Mundial da Copa Davis - Getty Images
Andy Murray e Del Potro (foto) se reencontraram na abertura de uma das semifinais do Grupo Mundial da Copa Davis
Pesou a favor do argentino nesta sexta-feira o nervosismo de Murray. Irritado com as falhas cometidas ao longo da partida, o britânico começou a acumular desperdícios na reta final. Foram 48 erros não forçados para o número 2 do mundo, contra somente 28 de Del Potro, 64.º do ranking da ATP.

SAIU NA FRENTE
Com o resultado, a Argentina fez 1 a 0 no confronto de semifinal diante da Grã-Bretanha, se aproximando do sonho de disputar a final da Copa Davis pela quinta vez. Nas outras quatro ocasiões (1981, 2006, 2008 e 2011) ficou com o vice. Os britânicos, por sua vez, têm 10 títulos, sendo o ultimo no ano passado.

Os donos da casa, agora, tentarão a recuperação na segunda partida desta sexta-feira. O número 55 do mundo, Kyle Edmund, encara o 49.º do ranking, Guido Pella. No sábado, acontece a partida de duplas.