Tênis: Bellucci lamenta 'muitos erros' e estreante Monteiro diz que 'jogou bem'

Embora tenha sido massacrado por David Goffin, o número 1 belga e 14º colocado no ranking da ATP

por Agência Estado

Campinas, SP, 16 (AFI) - O Brasil viu suas chances de superar a Bélgica em confronto válido pelos playoffs para o Grupo Mundial da Copa Davis ficaram reduzidas nesta sexta-feira. Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci foram derrotados em seus jogos de simples e agora o país teria que conquistar vitórias nos três duelos que faltam para derrotar os adversários, que ainda jogam em casa, em Ostende.

Embora tenha sido massacrado por David Goffin, o número 1 belga e 14º colocado no ranking da ATP, com parciais de 6/2, 6/2 e 6/0, Thiago Monteiro acredita que teve um bom desempenho no duelo, no qual estreou em um duelo de Davis pela equipe principal do Brasil.

"Foi uma grande experiência. Acho que joguei bem, mas o David mostrou o porquê de ele ser um dos melhores tenistas do mundo e estar no top 15. Ele colocou muita pressão no jogo e estava difícil manter este nível. Eu tentei dar o meu melhor, estava lutando por todos os pontos, mas hoje ele foi melhor que eu e mereceu vencer", analisou, em declarações reproduzidas pelo site oficial da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

Já Bellucci lamentou o fato de que abusou das falhas no confronto no qual caiu de virada diante de Steve Darcis, por 3 sets a 1, com 6/7 (5/7), 6/1, 6/3 e 6/3. Atuando contra um tenista com ranking pior (103º lugar) do que o dele, o 79º, o brasileiro foi muito mal nas últimas três parciais e assim viu a Bélgica ficar a uma vitória de liquidar a série melhor de cinco jogos entre os dois países.

"Ele estava sempre colocando bastante pressão, tem uma boa devolução, especialmente no segundo serviço. Acho que eu não saquei muito bem hoje, cometi muitos erros e ele mereceu a vitória. Dei meu melhor hoje, eu tentei coisas diferentes e nada deu certo para mim. Eu estava tentando ir à rede, estava tentando colocar mais pressão nele no segundo serviço. Tentei tudo o que eu tinha", analisou o tenista número 1 do Brasil.

Assim, a esperança brasileira estará toda neste sábado no jogo de duplas no qual os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares atuarão como favoritos diante Ruben Bemelmans e Joris de Loore, a partir das 9 horas (de Brasília). Há, porém, a chance de o capitão belga mudar a escalação de um dos tenistas até uma hora antes do jogo.

"Não foi um bom dia para a gente, mas agora o foco é nas duplas. Temos que ganhar este ponto para sobreviver até domingo. E é dia a dia. São três pontos necessários, eles têm dois e nós temos mais três para jogar, então vamos lutar por esses três pontos o máximo que pudermos", afirmou o capitão brasileiro João Zwetsch.