Francês: Após sofrer concussão durante jogo do Monaco, Falcao García segue internado

"Radamel Falcao segue sendo monitorado no Hospital Princesse Grace de Monaco, após sofrer um violento golpe na cabeça", diz a nota

por Agência Estado

Campinas, SP, 22 - O Monaco divulgou comunicado oficial nesta quinta-feira para confirmar que Falcao García segue internado em observação em um hospital na qual deu entrada na última quarta, pouco depois de sofrer um duro golpe na cabeça em choque com o goleiro adversário na derrota por 4 a 0 para o Nice, fora de casa, pelo Campeonato Francês.

No fim do primeiro tempo do confronto, o atacante foi lançado em profundidade. O goleiro Cardinale deixou a meta para cabecear a bola e, em velocidade, chocou seu quadril com o peito do colombiano, que também foi atingido na cabeça e foi ao chão e aparentou até ter ficado com dificuldades para respirar.

Atendido no gramado do estádio Allianz Riviera, Falcao deixou o gramado andando, mas precisou ser encaminhado ao hospital para exames, que apontaram que ele sofreu um traumatismo craniano e uma concussão provocada pelo forte choque com o goleiro do Nice.

"Após choque duro em disputa com Cardinale e Baysse, o colombiano segue em observação no hospital. Radamel Falcao segue sendo monitorado no Hospital Princesse Grace de Monaco, após sofrer um violento golpe na cabeça, com concussão, na última noite", informou o Monaco na nota oficial desta quinta-feira.

Falcao García segue internado em observação em um hospital na qual deu entrada na última quarta - © Fotografia: AS Monaco - Stéphane Senau
Falcao García segue internado em observação em um hospital na qual deu entrada na última quarta
Na última quarta, o técnico do Monaco, o português Leonardo Jardim, chegou a se revoltar com a decisão da arbitragem, que marcou falta do colombiano no lance no qual trombou com o goleiro do Nice. Embora tenha saído do gramado após o choque, Falcao acabou sendo substituído por Valere Germain depois do intervalo do confronto.

Esse, por sinal, foi só mais um duro trauma amargado por Falcao, de 30 anos, que foi vítima de uma série de lesões em sua carreira, sendo a mais grave delas no joelho esquerdo, ocorrida no início de 2014, que acabou o deixando de fora da Copa do Mundo realizada no Brasil no mesmo ano, então enquanto atravessava a sua melhor fase.

Após viver grande momento pelo Monaco, Falcao passou por Manchester United e Chelsea, nos quais acabou atrapalhado por seguidos problemas físicos antes de voltar a ser contratado pelo clube francês. Agora novamente evoluindo em busca de retomar a sua condição de grande artilheiro, ele era candidato a ser convocado para defender a Colômbia nos jogos contra Paraguai, no dia 6 de outubro, em Assunção, e contra o Uruguai, no dia 10, em Barranquilla, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2018.