Inglês: Após bater recorde de gols pelo United, Rooney desabafa e é defendido por Ibra

Astro sueco classificou o companheiro com um 'jogador perfeito' e opinou que, ele não tem o respeito que merecia na Inglaterra

por Agência Estado

Campinas, SP, 25 - Ao balançar as redes na vitória por 4 a 0 sobre o Feyenoord, na última quinta-feira, no Old Trafford, pela Liga Europa, Wayne Rooney voltou a fazer história com a camisa do Manchester United. O atacante se tornou o maior artilheiro da história da equipe em competições continentais, com 39 gols, ficando um à frente do holandês Ruud van Nistelrooy.

O astro abriu o placar do triunfo que manteve o United vivo na briga por uma vaga na Liga Europa e, de quebra, ficou muito próximo de se tornar o maior goleador da história do clube. Ele atingiu a marca de 248 gols com a camisa da equipe e está apenas um atrás de Bobby Charlton, lenda do futebol inglês, que fez 249 pelo time.

Após o confronto, Rooney voltou a mostrar certo tom de desabafo ao voltar a criticar parte da imprensa britânica, que ele atacou na semana passada após a divulgação de imagens nas quais ele estaria embriagado em uma noitada. Ele negou novamente que tivesse invadido uma festa de casamento no hotel onde a seleção inglesa se hospedava, em Londres, depois de vencer a Escócia no último dia 11, pelas Eliminatórias da Copa de 2018.

Rooney se tornou o maior artilheiro do United em competições continentais
Rooney se tornou o maior artilheiro do United em competições continentais
Irritado com a pergunta de um jornalista que questionou se sentia mais especial por ter marcado e ajudado o United a seguir vivo na Liga Europa após a polêmica que o envolveu na semana passada, o astro da seleção inglesa rebateu: "Tudo isso é criado por pessoas como você, que fazem perguntas como esta. Na mídia estão fazendo um grande negócio em cima de nada. Eu não pisei no casamento e acho que é uma pena que eu tenha que estar falando sobre isso agora depois de uma vitória tão grande".

E Rooney também mandou um recado aos críticos que o veem em decadência como jogador.

"É um grande sentimento marcar gols para este clube, estou contente, e há muito mais por vir", garantiu o atacante de 31 anos.

IBRAHIMOVIC
Outro grande astro do atual elenco do United, Zlatan Ibrahimovic também voltou a sair em defesa do companheiro de ataque. Após a goleada sobre o Feyenoord, o sueco afirmou que o capitão da sua equipe e da seleção inglesa é o jogador "perfeito" que não tem o respeito que merecia na Inglaterra.

Ao comentar o episódio no qual Rooney teria se embriagado em um casamento, Ibrahimovic afirmou que nem falou com o companheiro de equipe sobre o assunto, pois disse que o mesmo "não é importante" para ele, assim como atacou: "Estou 100% certo de que a mídia não sabe o que realmente aconteceu. Acho que devemos apreciá-lo pelo jogador que ele é, o que ele fez".

Em seguida, o sueco exaltou a trajetória de Rooney como jogador. "Eu não vejo muitos jogadores de Inglaterra que tiveram uma carreira como a dele. Sinto-me um pouco triste pela situação porque devemos mostrar mais respeito por ele", completou.

Após atingir nova marca expressiva para a sua carreira na última quinta, Rooney terá a chance de se tornar o maior artilheiro da história do clube neste domingo, quando o Manchester United enfrenta o West Ham, em casa, pelo Campeonato Inglês. Apenas na sexta posição da tabela, o time precisa vencer a qualquer custo para se aproximar um pouco dos times que ocupam hoje um lugar na zona de classificação para as competições europeias - a distância para o Tottenham, quinto colocado, hoje é de cinco pontos.