Liga Europa: Campeão romeno, Astra do zagueiro Fabrício tenta seguir na competição

Aos 26 anos de idade, brasileiro está na sua quarta experiência na Europa. No Brasil, ele defendeu entre outros clubes o Palmeiras

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) - Último campeão romeno, o Astra, clube do zagueiro brasileiro Fabrício, pode decidir seu futuro na Liga Europa nesta quinta-feira, na Suíça, quando enfrentará o Áustria Vienna. A partida é válida pela quinta rodada da fase de grupos do torneio continental e é praticamente um confronto direto pela segunda vaga do grupo E, liderado pela Roma. Com quatro pontos, o Astra necessita bater fora de casa o rival, que tem cinco, para na última rodada depender apenas de si para avançar na competição. Formado no Flamengo e com passagens por Hoffenheim, da Alemanha, e Partizan, da Sérvia, o jogador espera que a boa fase na liga romena contribua para o sucesso da equipe no confronto.

Ex-Palmeiras, zagueiro Fabrício defende as cores do Astra, da Romênia
Ex-Palmeiras, zagueiro Fabrício defende as cores do Astra, da Romênia

"É uma final pra gente, pois não podemos perder. Caso os derrotemos, entraremos na sexta rodada na frente deles. No entanto se empatarmos, precisaremos vencer a Roma no próximo dia oito e ainda torcer pelo tropeço do Austria. Será obviamente um jogo dificílimo, na casa do adversário, mas temos a necessidade da vitória e viemos de uma ótima sequência no campeonato romeno, o que nos dá bastante confiança para atingirmos nosso objetivo nesta partida" disse o defensor carioca.

ACOSTUMADO
Com 26 anos, o número três do Astra está em sua quarta experiência fora do país. Com passagens por grandes clubes do Brasil como Palmeiras, Cruzeiro, Vasco e Fluminense, Fabrício tem como meta imediata a passagem de fase de sua equipe na Liga Europa. Sobre 2017, Fabrício afirma que ainda não uma definição sobre onde irá atuar.

"Queremos obter essa vaga, mas sabemos que o clube passa por alguns problemas financeiros e isso poderá afetá-lo de alguma forma no próximo ano. Até o momento não tenho certeza do local onde jogarei em 2017, mas por ser um zagueiro jovem, gostaria de seguir na Europa acumulando experiência no principal centro do mundo no futebol" encerrou.