Série C: Zago critica postura inicial do Juventude diante do Boa: 'Lamentável!'

Em apenas cinco minutos de jogo, o time alviverde tomou dois gols diante de sua torcida, no Alfredo Jaconi

por Agência Futebol Interior

Caxias do Sul, RS, 15 (AFI) - Derrotado por 2 a 1 para o Boa Esporte no jogo de ida das semifinais da Série C do Brasileiro, em pleno Alfredo Jaconi, o Juventude assustou sua torcida, que pensou que o time iria sofrer uma goleada. Os dois gols adversários foram marcados em apenas cinco minutos de jogo - o primeiro com um minuto - e a desatenção da equipe irritou o técnico Antônio Carlos Zago.

"Lamentável, uma falta de concentração impressionante. Não pode entrar dessa maneira, até porque temos um jogo importantíssimo na quarta-feira. Talvez tenha acontecido por causa do clima de festa do acesso, mas aquele aquela desconcentração dentro de campo não existe"m disse o treinador em entrevista coletiva.

O Juventude entrou em campo com apenas quatro titulares, já que na próxima quarta-feira encara o Atlético-MG, pela rodada de volta das quartas de final da Copa do Brasil, prioridade do time após a conquista do acesso. No jogo de ida, perdeu por 1 a 0. A volta será no Jaconi e Zago não quer que os primeiros minutos ruins se repitam diante do Galo.

"A Copa do Brasil virou o nosso principal objetivo. Dá muita visibilidade para os jogadores e também o clube arrecada uma grana muito boa", afirmou Zago.

Depois de enfrentar o Atlético, o Ju enfrenta o Boa Esporte às 21 horas do próximo sábado, no Estádio Municipal de Varginha. Com o resultado da primeira partida, o Boa pode perder até por 1 a 0 que se classifica para a final. Qualquer empate também é dos mineiros. Um novo 2 a 1, dessa vez para o time gaúcho, leva a decisão para os pênaltis.