Experiente meia desfalca treino e Lisca começa a esboçar o Inter para 'decisão'

Alex realizou uma atividade especifica na academia de musculação, Anderson na vaga do veterano de 34 anos

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 30 - Ainda em clima de profunda tristeza pela morte de colegas e amigos da Chapecoense na tragédia na Colômbia, o Internacional retomou os treinos nesta quarta-feira. O técnico Lisca esboçou pela primeira vez a escalação que deve ir a campo no decisivo duelo diante do Fluminense, dia 11 de dezembro, no Estádio Giulite Coutinho.

A maior novidade ficou por conta da ausência do meia Alex. O veterano de 34 anos ficou na academia realizando trabalho específico, mas, a princípio, não preocupa. Quem deve ser desfalque é o lateral-direito Ceará, que segue em trabalho de fisioterapia. Mesmo com os 11 dias até a partida, não deve se recuperar a tempo.

Lisca começa a preparar o Inter para o jogo do ano do clube (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)
Lisca começa a preparar o Inter para o jogo do ano do clube (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

Com estas ausências, Lisca armou o time em um trabalho técnico no CT Parque Gigante. Sem o suspenso Seijas, Anderson e Valdivia dividiram a responsabilidade na criação. Um pouco mais à frente, Vitinho formou dupla de ataque com Nico López.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO
A tendência é que o Internacional encare o Fluminense com: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Anselmo, Rodrigo Dourado, Anderson (Alex) e Valdívia; Nico López e Vitinho.

O time gaúcho é o 17.º colocado, abrindo a zona de rebaixamento, com 42 pontos. Para permanecer na primeira divisão, precisa vencer o Fluminense e torcer por um tropeço do Sport contra o Figueirense, no Recife, ou para o Vitória ser atropelado pelo Palmeiras, em Salvador.