Anderson agride William com soco durante treinamento do Internacional

Em entrevista coletiva, o técnico Celso Roth classificou o ocorrido como normal

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 14 - A péssima campanha do Internacional no Campeonato Brasileiro está mexendo com os ânimos dos jogadores, e isso ficou claro no treino desta sexta-feira no Beira-Rio. Anderson e William se envolveram em uma confusão durante a atividade e o meia chegou a acertar um soco no lateral.

O trabalho já se encaminhava para o fim quando Anderson se irritou e acertou o golpe em William. Revoltado, o lateral foi para cima do meia e precisou ser contido por alguns colegas, como Danilo Fernandes, Marcelo Lomba e Seijas. A raiva do jogador era tanta que ele conseguiu "arrastar" os companheiros, até, enfim, desistir.

Companheiros precisaram segurar William para que ele devolvesse a agressão
Companheiros precisaram segurar William para que ele devolvesse a agressão
Anderson deixou o gramado e foi para o vestiário um pouco antes de William, que, ainda claramente incomodado com o episódio, caminhou solitário para o túnel, evitando qualquer tipo de contato com os outros companheiros.

Após o treino, Celso Roth foi perguntado sobre o assunto e minimizou. "Fiquei sabendo da briga, mas não vi. O desentendimento é normal. Conversei com os jogadores. Não deveria ocorrer, mas ocorre. Agora, vamos conversar para colocar as coisas em seus devidos lugares. Não atrapalha nada, é coisa de treinamento."

Nesta sexta, o treinador fechou a maior parte do trabalho no Beira-Rio à imprensa. A confusão aconteceu quando a entrada já havia sido liberada, nos minutos finais. Antes, Roth armou a equipe que vai enfrentar no domingo o vice-líder Flamengo, em casa, justamente sem William, suspenso.

Com o time na zona de rebaixamento e precisando desesperadamente vencer, Roth apelou à torcida para comparecer em peso ao Beira-Rio. "Nosso torcedor tem sido e será fantástico no domingo. Nossa expectativa é que façamos as coisas acontecerem", comentou.