América-MG x Internacional - Colorado busca reação contra virtual rebaixado

Duelo de dois times que brigam pelo descenso fecha a 26ª rodada do Campeonato Brasileiro nesta segunda.

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 18 (AFI) - O último jogo da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, marcado para esta segunda-feira, às 20 horas, reserva um duelo entre dois na parte de baixo da tabela. No Independência, América-MG, virtual rebaixado, e Internacional, que voltou ao Z4, se enfrentam tentam a vitória para escapar do rebaixamento.

A situação do time mineiro é, sem dúvida, mais complicada. Afundado na lanterna, o Coelho soma 15 pontos, oito a menos que o Santa Cruz, vice-lanterna, e a 14 do Vitória, primeiro time fora da zona de rebaixamento, no momento. Ou seja, o América-MG é tratado como virtual rebaixado e precisa de uma reação pouco vista na história da competição para se livrar do descenso.

Sob o comando de Celso Roth, o Internacional voltou a vencer depois de 14 partidas, pouco mais de duas semanas, quando derrotou o Santos. No entanto, vem de duas derrotas seguidas - sendo a última a pior delas, já que sucumbiu em casa, diante do Vitória, hoje treinado pelo ex-colorado Argel Fucks, e que briga com o Inter contra o rebaixamento. O viés em casa, motivo de protesto da torcida colorada, colocou o time gaúcho na zona de rebaixamento, na 18ª posição, com 27 pontos, a dois do Vitória.

Celso Roth sinaliza que deve 'fechar a casinha' diante do lanterna América-MG
Celso Roth sinaliza que deve 'fechar a casinha' diante do lanterna América-MG
Com desfalques e apegado no retrospecto

Se a fase não é boa, para tentar escapar do Z4, o Inter pode, ao menos, se apegar ao retrospecto. Os gaúchos já enfrentaram o América-MG em 13 oportunidades em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro e nunca perdeu.

São 10 vitórias e três empates, sem uma derrota sequer nos enfrentamentos. E mais do que isso. É justamente do triunfo por 3 a 1 sobre o América-MG no primeiro turno, no Beira-Rio, que vêm os únicos três pontos da equipe contra rivais diretos em 2016.

Deixando de lado os números e falando sobre quem entra em campo, o técnico Celso Roth e tem dois desfalques importantes diante do Coelho. Vitinho sofreu contusão no pé direito e Geferson está suspenso pelo terceiro amarelo. Artur deve ocupar a vaga do criticado Geferson. Ainda assim, dado o desempenho inconsistente da dupla, a improvisação de Ceará na lateral esquerda também ganha força. Raphinha é opção menos provável para o time.

Com as ausências e também diante das más atuações nos últimos jogos, Roth sinalizou mudanças, tanto de posições, como no esquema tático. Existe a possibilidade que monte a equipe com três volantes ou promova o retorno de Eduardo Sasha.

COELHO INDEFINIDO

Enderson Moreira não quis confirmar qual será o time que entrará em campo diante do Inter, deixando para revelar apenas no momento da partida. O treinador, que tem como desfalques Pablo, que cumpre suspensão, Nilson e Alison no departamento médico, e Tony que ainda não foi liberado, analisa as opções que usou durante os treinamentos. Para o site do clube, o treinador afirmou que, mesmo com os desfalques, não deve apresentar nada muito diferente do que normalmente faz.

"Eu tenho alguns detalhes para pensar e analisar, mas não vai mudar muito diferente daquilo que temos colocado em campo nas últimas partidas. Eu costumo falar que a gente possui uma forma de iniciar o jogo e outra de terminar", disse o técnico.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
19/09/2016
Horário
20h00
Local
Independência - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Rafael Traci-PR

Renda
R$ 17.600,00
Assistentes
Ivan Carlos Bohn-PR e Luiz H Souza Santos Renesto-PR

Público
1.737 torcedores
Cartões Amarelos
Internacional-RS: Anselmo

Gols
América-MG: Michael 45' 2T
América-MG
Fernando Leal;
Jonas, Roger, Éder Lima e Gilson (Bruno Teles);
Leandro Guerreiro, Juninho, Ernandes e Danilo Barcelos (Michael);
Osman (Matheusinho) e Nixon
Técnico: Enderson Moreira
Internacional-RS
Danilo Fernandes;
William, Ernando, Paulão e Artur;
Rodrigo Dourado, Anselmo (Seijas) e Fabinho;
Eduardo Sasha (Nico Lópes), Aylon e Valdívia
Técnico: Celso Roth