Guarani promove braço direito de Pastana e contrata ex-supervisor do Paysandu

Marcus Vinícius será o novo executivo de futebol e contará com a juda de Giuliano Bittencourt, com quem trabalhou no Criciúma

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - O Guarani está pronto para colocar em prática o planejamento para a temporada 2017. Em coletiva na tarde desta segunda-feira, Marcus Vinícius, que atuava como Coordenador Operacional, foi confirmado como novo Executivo de Futebol, substituindo Rodrigo Pastana, que deixou o Bugre para trabalhar no Paraná Clube.

Dessa maneira, o cargo que pertencia a Marcus Vinícius será repassado a Giuliano Bittencourt, profissional que vinha atuando como supervisor de futebol do Paysandu, time do qual se desligou na última sexta-feira. Os dois trabalharam juntos no Criciúma, em 2012, época na qual Pastana também trabalhou no clube. Anaílson Neves segue como superintendente.

O novo executivo de futebol afirmou que a oportunidade de dar uma continuidade ao trabalho já iniciado, mesmo com a baixa de Pastana, será um dos pontos fortes para que o clube consiga fazer uma pré-temporada dentro do prazo necessário para a disputa do Paulista A2.

"Eu penso que a continuidade de um trabalho é extremamente importante tanto para o clube quanto para o profissional .Eu completo 17 anos trabalhando com futebol em oito clubes diferentes e nunca é fácil. Existe um processo de conhecimento e de adaptação. E esse processo demora 30. 60, 90 dias. O clube já me conhece, então a gente ganha tempo", disse.

Marcus Vinícius (esq) foi promovida a executivo de futebol do Guarani. (Foto: Divulgação / Guarani FC)
Marcus Vinícius (esq) foi promovida a executivo de futebol do Guarani. (Foto: Divulgação / Guarani FC)

Antes de oferecer o cargo a Marcus Vinícius, o Guarani havia conversado com o ex-jogador Amoroso, que inclusive já trabalhou como diretor das categorias de base. Porém, o ídolo bugrino negou o convite para se dedicar ao Boca Ratón, time dos Estados Unidos no qual é uma espécie de embaixador, com a responsabilidade de divulgar a marca do time no Brasil.

Júnior Coimbra, filho do ex-jogador Zico e conhecido por ser um torcedor ilustre do clube, também foi procurado. Ele chegou a se reunir com o presidente Horley Senna, mas recusou o convite para assumir a posição de homem forte do futebol.

Agora, a expectativa fica por conta do anúncio das primeiras renovações do elenco que conquistou o acesso à Série B do Brasileiro e principalmente a definição do novo técnico. O nome mais forte nos bastidores é o de Ney da Matta, campeão da Série C com o Boa Esporte, mas ainda não foi confirmado.