​Ex-presidente do Guarani apresenta documentação que livra sua cara. Veja o VÍDEO !

Marcelo Mingone ficou três anos aguardando o parecer da Justiça, para, agora, tomar atitudes

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 23 (AFI) - O ex-presidente do Guarani, Marcelo Mingoni, convocou uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira para se defender das acusações de crime de estelionato e lavagem de dinheiro. Em ação impetrada pelo departamento jurídico da atual diretoria do Guarani juntamente com diretores de outras gestões, o ex-presidente teve que se defender e provar que nada tinha feito de errado durante o tempo em que ficou na administração do clube, o que conseguiu em despacho da Promotora de Justiça Marcela Scanavini Bianchini.

Entre alguns trechos da decisão, ela cita que a acusação de lavagem de dinheiro não tinha base para se tornar processo mediante “verificar-se a ausência de indícios que indiquem suas ocorrências, uma vez que não há subsídio de eventuais crimes antecedentes que possam demonstrar a origem ilícito do dinheiro envolvido nas negociações demonstradas. Tal despacho também inocenta Mingone de qualquer tipo de acusação.”

Mingone e seus advogados durante a coletiva nesta manhã de quarta-feira, em Campinas. - Divulgação
Mingone e seus advogados durante a coletiva nesta manhã de quarta-feira, em Campinas.

AUSÊNCIAS DE PROVAS
Sobre o crime de estelionato também consta no despacho da promotora que “verifica-se a ausência de provas que possam demonstrar a origem ilícita do dinheiro envolvido nas negociações demonstradas no inquérito. Assim, nada foi trazido aos autos que pudesse indicar prática de crime por parte dos representados”.

Desta forma ela fecha o despacho considerando a ausência de justa causa a justificar uma ação penal e requeri o arquivamento do inquérito.

Durante a coletiva os advogados de Marcelo Mingone disseram que estão estudando a melhor forma de trazer uma resposta para tais acusações, mas não confirmam quando, ou se, entrarão na Justiça contra os diretores do Guarani. Além disso, Mingone falou dos problemas familiares e pessoais que o fato causou. Acompanhe na TV FI todos os momentos da coletiva e da entrevista dada pelo ex-presidente ao Portal FI.