Série C: Parceira do Guarani, empresa investirá até R$ 200 mil em reforma do tobogã

As obras já começaram e as duas partes ainda estudam se o parceiro ganhará um espaço de publicidade no estádio ou na camisa do time

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 15 (AFI) - Após quase três anos de espera, o Guarani está com tudo bem encaminhado para conseguir a liberação do tobogã do Brinco de Ouro. Ainda não há um prazo definido para o término, mas as obras já iniciaram. Para a realização do projeto, a diretoria bugrina firmou uma parceria com a ASA Alumínio, empresa de Campinas.

O investimento destinado a recuperação do tobogã deve girar em torno de R$ 150 a R$ 200 mil. Em compensação, a empresa vai ter o direito de vincular a sua marca ao clube. Os representantes ainda discutem com a diretoria se haverá um patrocínio no uniforme do time ou em algum ponto da área reformada.

Reformas no tobogã do Brinco de Ouro já começaram .(Foto: Lucas Moron / Futebol Interior)
Reformas no tobogã do Brinco de Ouro já começaram .(Foto: Lucas Moron / Futebol Interior)

O ritmo das obras ainda é lento e está bem no início, mas no melhor dos cenários projetados pelo Guarani, o espaço poderia ser utilizado pelos torcedores já na disputa das quartas de final da Série C, marcada para o início de outubro. Na liderança do Grupo B, com 37 pontos e a melhor campanha da primeira fase, o Bugre vai jogar a partida de volta das quartas de final em casa. O jogo definirá o acesso à Série B.

Entre as revisões necessárias para a liberação do tobogã estão barreiras de contenção a cada quatro degraus, corrimão e readequações nas saídas de emergência. A princípio, devem ser liberados apenas 50% dos 12 mil lugares disponíveis.

A última vez que o público esteve presente no setor foi em 12 de outubro de 2013, em empate por 1 a 1 com o Crac, na última rodada da Série C do Brasileiro. Neste período, o estádio passou por reformas no gramado e em outros setores da arquibancada.