Roger Machado se diz 'triste e frustrado' após saída do Grêmio

O técnico comandou o Tricolor por quase um ano e meio em seu primeiro trabalho em uma grande equipe brasileira

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 15 - O técnico Roger Machado se manifestou nesta quinta-feira sobre sua saída do Grêmio. Menos de 24 horas depois de pedir demissão, após a derrota por 3 a 0 para a Ponte Preta em Campinas, o treinador divulgou nota oficial comentando a decisão e se disse "triste e frustrado".

"Saio triste e também frustrado por não ter conquistado títulos no Grêmio, mas ao mesmo tempo feliz por ter conseguido implantar um trabalho que foi pautado em valores, considerados por mim, importantes para o futebol", declarou.

'Saio triste e também frustrado por não ter conquistado títulos no Grêmio', disse Roger Machado
'Saio triste e também frustrado por não ter conquistado títulos no Grêmio', disse Roger Machado
DESPEDIDA
Roger comandou o Grêmio por quase um ano e meio em seu primeiro trabalho como técnico de uma grande equipe brasileira.

"Me despeço do Grêmio após 16 meses de trabalho, por uma decisão profissional. Saio com a certeza de que procurei fazer o meu melhor. Entretanto, já não o suficiente para este momento", comentou.

QUEDA DE RENDIMENTO
Ídolo gremista nos anos 90 como lateral-esquerdo, Roger voltou ao clube em maio de ano passado. Pegou o time em baixa após a passagem de Luiz Felipe Scolari e o classificou para a Libertadores. Em 2016, no entanto, falhou no torneio continental e no Campeonato Gaúcho. No Brasileirão, começou bem, mas viu a equipe cair de rendimento nas últimas rodadas.

"Acredito que este grupo possa seguir desempenhando o seu melhor futebol que em momentos recentes demonstrou, mas agora sob a responsabilidade de outro profissional", afirmou.