Paulista A3: Com missão de valorizar a base, técnico é apresentado no Grêmio Osasco

Brigar pelo acesso e revelar jovens talentos serão os objetivos de Max Sandro na disputa da terceira divisão estadual

por Agência Futebol Interior

Osasco, SP, 24 (AFI) - Iniciando a pré-temporada para a terceira divisão estadual, o Grêmio Osasco apresentou o treinador que comandará a equipe na competição. A escolha por Max Sandro é estratégica, já que o profissional dirigiu a equipe sub-20 do Audax em anos anteriores. Último trabalho de Max foi com o Palmas em Tocantins, disputando a Série D do Campeonato Brasileiro.

O Grêmio Osasco inicia sua preparação para a Série A-3 com dois objetivos bem claros: brigar pelo acesso e revelar jovens talentos. O clube utilizará pratas da casa na competição estadual e não irá ao mercado em busca de reforços, visando dar oportunidades para os atletas que já possuem contrato com o Grupo Audax (Osasco Audax, Grêmio Osasco e Osasco FC).

Recebendo jogadores dos clubes parceiros, o GEO já inicia sua preparação para a competição e o processo de montagem do elenco, para isso, um velho conhecido dos atletas foi contratado. Durante 2014 e 2015, Max Sandro comandou a equipe sub-20 do Osasco Audax e muitos dos atletas do atual elenco do GEO passaram pela mão do treinador.

Max Sandro já comanda os trabalhos da equipe desde o início de Novembro e monitora as equipes sub-20 do Osasco Audax e do Grêmio Osasco, as duas equipes disputarão a Copa São Paulo em Janeiro e o clube poderá integrar alguns atletas ao elenco para a Série A-3.

Max Sandro vai comandar o Grêmio Osasco no Paulista A3. (Foto: Rodrigo Alves / GEO)
Max Sandro vai comandar o Grêmio Osasco no Paulista A3. (Foto: Rodrigo Alves / GEO)
Em sua apresentação, Max Sandro falou sobre sua carreira, objetivos com o clube e pediu também o apoio do torcedor osasquense. Confira o bate-papo na íntegra:

A CARREIRA DO ZAGUEIRO E TREINADOR MAX SANDRO
Comecei jogando no Americano de Campos (Rio de Janeiro), do juvenil subi rapidamente para o júnior (sub-20 na época), também fiquei pouco tempo e ainda com idade pra base ingressei no profissional, joguei um ano por lá. A partir disso, rodei pelo Brasil, joguei no Paysandu, Naútico, Rio Branco de Americana, Juventus, Santo André, Avaí, Coritiba, Portuguesa e por fim no Pão de Açúcar, atual Audax. Fiz um plano de carreira com o clube, fiquei quatro anos como jogador e depois assumi funções na comissão técnica, até virar treinador da equipe sub-20.

PROJETO ATUAL NO GRÊMIO OSASCO
Quando me foi feito o convite, já aceitei, não pensando na parte financeira. Pensei na estrutura que o clube tem, nos jogadores que estão aqui e eu já conheço, isso facilita muito o trabalho. A competição é muito difícil, os jogadores são jovens, mas tem muito potencial. Acredito que podemos fazer um bom trabalho, os atletas já conhecem os conceitos de treinamento, então conseguiremos implementar o estilo "Jogue Audax" na Série A-3 também, com bastante posse de bola e ação com o goleiro. Queremos fazer um jogo bonito, mas com prioridade em conquistar os resultados.

FORMAÇÃO DE ATLETAS
O desafio é grande, os jogadores tem pouca rodagem, pouca experiência em campeonatos profissionais. Alguns já jogaram a Série A-3, ou a Segunda Divisão com o Osasco FC, alguns também atuaram pelo Audax Rio, mas ainda são jovens promissores. Espero ajudá-los com minha experiência como atleta e treinador e que a gente busque os resultados, primeiro a classificação e depois o acesso para a Série A-2.

PLANEJAMENTO DE PRÉ-TEMPORADA
Temos jogos preparatórios agendados pra Dezembro, mas a nossa integração com a base do Grêmio Osasco e do Audax é muito importante. Faremos jogos contra nossas equipes de base, também acompanharei as duas equipes na Copa São Paulo para subir atletas com potencial para disputar a Série A-3, mesmo sendo mais jovens.

APOIO DO TORCEDOR OSASQUENSE
É muito importante que os torcedores vão ao estádio, para torcer, vibrar e cobrar os atletas também. Sem o torcedor, é muito ruim pra gente.