Série B: Dirigente do Goiás indica saída de goleiros para 2017

Harlei Menezes disse que Márcio, Renan ou Ivan não vão continuar no clube

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 24 (AFI) - As novidades no Goiás prometem ser intensas nos próximos dias e um setor que certamente vai passar por mudanças é o gol, que conta com três jogadores experientes e caros para amargarem o banco de reservas. Por isso, Márcio, Renan e Ivan estão sendo observados pela diretoria. Um ou dois não vão ficar em 2017.

Márcio foi contratado junto ao rival Atlético-GO, assumiu a titularidade, mas teve um desempenho abaixo do esperado. Já Renan cometeu algumas falhas no início da temporada e chegou a ser bastante criticado pelos torcedores, enquanto Ivan não teve muitas oportunidades e é o principal candidato a "ganhar mala".

O goleiro Renan pode estar de saída do Goiás na próxima temporada
O goleiro Renan pode estar de saída do Goiás na próxima temporada
"Não temos como colocar três goleiros desse nível para jogar. Um deve ficar e, se a gente tiver a oportunidade de rodar com dois, vamos ficar com dois. Vamos procurar o empréstimo ou até mesmo a rescisão amigável. Isso é até bom para eles, que precisam jogar", disse o diretor de futebol Harlei Menezes.

O dirigente esmeraldino revelou que apenas os jogadores do atual elenco que possuem contrato para a próxima temporada vão continuar. A única exceção seria o atacante Rossi. Um dos principais jogadores do Goiás na Série B, ele foi procurado pela diretoria para renovar seu vínculo, que se encerra no fim do ano.

"Vamos ter um orçamento significativo. Podemos trazer jogadores mais caros, apesar de não tão caros. Eu escolhi algumas peças ano passado que não tinham nome, porém acabaram ganhando. É o caso do Valdívia, que, antes de jogar a Libertadores, era praticamente desconhecido, mas que sabíamos que tinha muito potencial. Tentei essa situação, mas não deu certo", finalizou Harlei.