Goiás 2 x 1 Sampaio Corrêa - Despedida melancólica no Olímpico

O Verdão ficou muito longe de brigar pelo acesso, enquanto a Bolívia Querida foi rebaixada

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 22 (AFI) - O Goiás se despediu do Brasileiro da Série B com uma vitória de virada sobre o Sampaio Corrêa, por 2 a 1, no Estádio Olímpico Pedro Ludovido, na noite desta terça-feira. Pouco mais de mil pessoas estiveram acompanhando a partida que abriu a última rodada do campeonato e não valia muita coisa, já que os dois times apenas cumpriam tabela.

Com uma campanha muito aquém do esperado, o Goiás não brigou nenhuma vez pelo acesso e teve que se contentar em escapar do rebaixamento. O resultado desta terça-feira coloca o time na 13ª colocação, com 50 pontos. Por outro lado, o Sampaio Corrêa termina amargando a lanterna da Série B, tendo somado apenas 27 pontos em 38 jogos.

GOL NOS ACRÉSCIMOS
Atuando em casa, o Goiás começou a partida tendo mais posse de bola, mas encontrava muitas dificuldades para escapar da marcação do Sampaio Corrêa, tanto que o goleiro Rodrigo Ramos não fez nenhuma defesa nos primeiros 15 minutos. Liniker arriscou de muito longe e só não entrou porque o camisa 1 maranhense se esticou todo, indo buscar no cantinho.

O duelo ficou bastante truncado a partir dos 20 minutos e poucas chances de gols eram criadas por ambos os times. Percebendo Rodrigo Ramos adiantado, Walter tentou fazer um gol de placa do meio-campo, mas mandou a bola nas mãos do goleiro. Na sequência, Léo Gamalho recebeu de Walter e, na hora da finalização, Mimica desviou para escanteio.

Goiás vence o Sampaio na despedida da série B. Foto: goiasec.com.br
Goiás vence o Sampaio na despedida da série B. Foto: goiasec.com.br

Aos 38, Léo Gamalho girou em cima de Luiz Otávio e bateu cruzado, assustando Rodrigo Gomes. Depois, Daniel Barros arriscou de muito longe e Renan defendeu sem dar rebote. O Sampaio Corrêa abriu o placar na primeira finalização, aos 46. Fernandinho fez bonita jogada individual, passou por dois zagueiros e bateu no cantinho do Renan.

Essa foi a gota d'água para os poucos torcedores que estavam presentes no Estádio Olímpico começassem a vaiar os jogadores esmeraldinos, que deixaram o gramado no intervalo debaixo de muitas críticas.

VIRADA ESMERALDINA
Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Carlos Eduardo cruzou e Léo Gamalho cabeceou rente a trave de Rodrigo Ramos, que já estava batido no lance. Depois de quase levar o segundo em um contra ataque do Sampaio Corrêa, o Goiás deixou tudo igual aos 17 minutos. Walter cruzou na segunda trave e Carlos Eduardo subiu mais que todo mundo, cabeceando no ângulo do goleiro.

O Sampaio assustou em finalização de Guilherme Lucena, defendida por Renan. Animado com o gol, o Goiás esboçou uma pressão no adversário e quase marcou outro pelo alto quando Jarlan cruzou na cabeça de Carlos Eduardo, que mandou nas mãos de Rodrigo Ramos.

A virada veio aos 36. Após escanteio cobrado por Walter, a bola sobrou para Rezende. O jovem volante pegou de primeira e mandou no cantinho do goleiro. Nos minutos finais, o Sampaio Corrêa bem que tentou buscar o empate em chutes de fora da área, mas sem sucesso.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
38ª rodada
Data
22/11/2016
Horário
19h15
Local
Estádio Olímpico Pedro Ludovico - Goiânia (GO)
Árbitro
Wanderson Alves de Sousa - MG

Renda
R$ 11.300,00
Assistentes
Ricardo Junio de Souza e Wesley Moreira de Carvalho - MG

Público
1.094 pagantes
Cartões Amarelos
Goiás-GO: Rezende

Gols
Goiás-GO: Carlos Eduardo 17' 2T, Rezende 36' 2T
Sampaio Corrêa-MA: Fernandinho 46' 1T
Goiás-GO
Renan;
Johnathan, Arthur, David Duarte e Mário Sérgio;
Rezende, David (Carlos Eduardo), Léo Sena e Liniker (Jarlan);
Walter e Léo Gamalho (Marcão).
Técnico: Gilson Kleina.
Sampaio Corrêa-MA
Rodrigo Ramos;
Thiago Tomais (Wesley), Mimica (Wagner) e Luiz Otávio;
Éder Sciola, Breno, Guilherme Lucena, Daniel Barros, Felipe Costa (Vinícius Barata) e Ruhan;
Fernandinho.
Técnico: Vinícius Saldanha.