Zé Ricardo exalta torcida e nega puxão de orelha em Diego por cartão

Um total de 37.615 torcedores foram ao Maracanã, um número não muito inferior aos 40.986 presentes no jogo que valeu o título

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 28 - O Flamengo ficou mais perto de conquistar o vice-campeonato do Brasileirão ao vencer o Santos por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã, e assumir a vice-liderança, com 70 pontos, dois à frente do próprio time santista antes da última rodada da competição, marcada para o próximo domingo.

Após o confronto, o técnico Zé Ricardo exaltou o papel da torcida rubro-negra, que apoiou a equipe em peso mesmo depois do decepcionante empate por 2 a 2 com o Coritiba, no mesmo Maracanã, no domingo retrasado, quando a equipe carioca acabou saindo da luta pelo título nacional, agora assegurado pelo Palmeiras.

Um total de 37.615 torcedores foram ao Maracanã, um número não muito inferior aos 40.986 presentes no jogo que valeu o título aos palmeirenses no jogo contra a Chapecoense, também no último domingo, no Allianz Parque. Para Zé Ricardo, esse apoio foi fundamental para que o Flamengo conseguisse superar o Santos, time muito elogiado pelo comandante após o confronto.

"Enfrentamos uma grande equipe, talvez a que tenha o melhor estilo de jogo, sem desmerecer o Palmeiras, que teve uma campanha irretocável e mereceu o campeonato. O Santos tem jogadores rápidos, bons finalizadores, mas conseguimos pressionar e fazer o gol. Depois do início, abaixamos nossa linha e com o calor que estava fazendo e a esta altura da temporada, corremos um risco calculado. A estratégia funcionou, terminamos com uma vitória no Maracanã. Agradeço muito à torcida pelo apoio durante todo o tempo, mesmo enquanto o Santos pressionou. Acho que foi um presente para eles (torcedores) também", ressaltou o treinador, em entrevista coletiva.

Zé Ricardo também negou que deu um puxão de orelha em Diego pelo fato de o meia ter recebido o terceiro cartão amarelo por causa de sua efusiva comemoração após marcar o segundo gol da vitória flamenguista. O jogador chegou a subir as escadas do Maracanã para celebrar com a torcida e, por causa do cartão, ficará fora do duelo contra o Atlético-PR, no próximo domingo, às 17 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela última rodada do Brasileirão.

Como o Santos possui uma vitória a mais do que o Flamengo e pega o lanterna e rebaixado América-MG na rodada final, também no domingo, na Vila Belmiro, o Flamengo corre sério risco de não ficar com o vice-campeonato em caso de empate ou derrota para o Atlético-PR fora de casa. Zé Ricardo, porém, preferiu não criticar Diego por ter se tornado desfalque de peso para o confronto decisivo.

"Não tem puxão de orelha. O Diego é extremamente experiente e dedicado. E extravasou sua alegria. Sabe que correu o risco do cartão. Sobre a lei, não discuto. Se era para tomar o cartão, então tome o cartão. Mas ele extravasou toda a alegria depois de uma semana pesada após o empate (com o Coritiba)", afirmou.

PREMIAÇÃO MOTIVA TIME

O vice-campeonato, embora não seja considerado um grande feito para a maioria dos torcedores do Flamengo, irá significar uma premiação de R$ 3,4 milhões a mais em relação ao que receberá o terceiro colocado, após a CBF ter aumentado de forma expressiva os valores pagos aos times nesta edição do Brasileirão. Esse dinheiro seria muito bem-vindo para a clube, que pretende reforçar o seu elenco visando como maior objetivo em 2017 a conquista da Copa Libertadores.

"Traçamos objetivos na competição e é claro que o primeiro e sempre principal era o título. Brigamos até o fim, mas a campanha excelente do Palmeiras venceu. O segundo objetivo era classificar para a Libertadores. Estamos muito felizes por ter retribuído a confiança da direção e dos jogadores na comissão técnica. Espero que a gente ganhe do Atlético-PR, mas sabemos que é o melhor mandante e o jogo será dificílimo, até pela adaptação ao campo. Teremos mais uma semana muito forte de treinamentos para fazer um bom jogo lá. O segundo lugar, se vier, será conquistado com muita honra por nós", ressaltou.