Zé Ricardo admite atuação ruim, mas garante Flamengo vivo na luta pelo título

Com a derrota, o Flamengo se manteve com 60 pontos e em segundo lugar no Brasileirão

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 17 - O técnico Zé Ricardo foi sincero ao analisar a atuação do Flamengo na derrota por 2 a 1 para o Internacional, no último domingo, e reconheceu que a equipe apresentou desempenho abaixo do esperado no confronto válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, garantiu que o seu time vai reagir nos próximos compromissos na competição.

"Não tivemos uma tarde muito boa, não fomos bem tecnicamente, o que acabou sendo determinante para nossa atuação nesse jogo. Ainda temos uma boa parte do campeonato pela frente e precisamos evoluir nesse sentido. Procuraremos evoluir nesse aspecto para que possamos fazer uma boa apresentação contra o Corinthians no Maracanã", disse.

No Beira-Rio, o Flamengo chegou a abrir vantagem, com o gol marcado por Réver aos 11 minutos do segundo tempo, mas depois não conseguiu sustentar o placar e permitiu a virada do Inter. Para Zé Ricardo, o time caiu de rendimento e as substituições realizadas por ele não surtiram efeito.

"Gabriel sentiu o desgaste, e decidimos por colocar o Alan Patrick para conseguirmos ter mais posse de bola, mas isso infelizmente não aconteceu e acabamos amargando essa derrota. O campeonato está em uma fase difícil para conquistar-se nove vitórias seguidas. Ao menos as equipes de cima também perderam pontos nesse tempo. Vamos trabalhar para fazermos uma boa partida contra o Corinthians, esquecer o que passou. Continuamos muito na briga", afirmou.

Com a derrota, o Flamengo se manteve com 60 pontos e em segundo lugar no Brasileirão, mas agora a quatro de distância do líder Palmeiras. Além de não perder a fé no título, Zé Ricardo destaca a importância da volta do time ao Maracanã no próximo domingo, quando vai duelar com o Corinthians.

"Tenho uma expectativa muito grande para contar com nossa torcida lá também. Será uma força a mais e certamente usaremos isso para nos fortalecermos. Passada essa ressaca, o Flamengo voltará forte para o próximo confronto", comentou o treinador.