Alheio à polêmica, Diego elogia Sandro Meira Ricci e celebra momento no Flamengo

No lance em questão, Henrique marcou de cabeça, o auxiliar assinalou impedimento corretamente, mas após uma rápida conversa o árbitro

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 14 - A reapresentação do Flamengo nesta sexta-feira foi marcada pela polêmica vitória no clássico diante do Fluminense, na última quinta, por 2 a 1. A intensa reclamação tricolor sobre uma possível interferência externa no gol anulado de Henrique foi minimizada pelo meia Diego, que preferiu exaltar o trabalho do árbitro Sandro Meira Ricci.

"A arbitragem evoluiu bem no Brasil, são bem preparados, principalmente psicologicamente. O Sandro buscou isso em todos os momentos, ele queria ser justo. Conversava conosco e com os jogadores do Fluminense. Nós, começando por mim, temos que respeitar as decisões da arbitragem. Dessa forma, acho que não só a arbitragem vai crescer, mas o futebol brasileiro também", considerou.

No lance em questão, Henrique marcou de cabeça, o auxiliar assinalou impedimento corretamente, mas após uma rápida conversa o árbitro Sandro Meira Ricci validou o gol. Foram necessários mais 13 minutos e muito debate para que o juiz voltasse mais uma vez atrás e anulasse o lance. A confusão revoltou a diretoria do Fluminense, que através do presidente Peter Siemsen acusou Ricci de ter obtido ajuda externa - o que é proibido no futebol - e até ameaçou tentar a anulação do confronto. Até o presidente Paulo Nobre, do Palmeiras, concorrente direto do Flamengo na briga pelo título, esbravejou.

"Isso não incomoda e nem vai incomodar. As pessoas vão discutir uma decisão acertada. Tanto na validação do nosso gol quanto na invalidação do gol do Fluminense, foram decisões acertadas, mas a maneira foi tumultuada, os jogadores do Fluminense pressionaram o bandeira. A reação da nossa equipe também foi de conversar com o árbitro. Eles acertaram, voltaram atrás da primeira decisão, que foi correta e bem clara", avaliou Diego.

Alheio a toda essa polêmica, o meia celebrou o grande momento que vive no Flamengo. Desde que chegou ao clube, disputou 10 partidas no Campeonato Brasileiro, com oito vitórias e dois empates. "Tenho me dedicado 100%, mas não tenho dúvidas de que faço parte de um grupo vitorioso. A minha adaptação eu devo a todos os profissionais, jogadores, diretoria e comissão. Isso tem feito a diferença", celebrou.