Espanhol: Barcelona confirma lesão, Messi para por três semanas e desfalca a Argentina

O craque argentino sofreu uma contusão muscular na coxa direita e ficará afastado do futebol por cerca de três semanas.

por Agência Estado

São Paulo, SP, 21 - O Barcelona agiu rápido e confirmou a gravidade da lesão de Lionel Messi momentos depois do empate por 1 a 1 com o Atlético de Madrid nesta quarta-feira, pelo Campeonato Espanhol. O craque argentino sofreu uma importante contusão muscular na coxa direita e ficará afastado do futebol por cerca de três semanas.

Messi sentiu o problema no início do segundo tempo contra o Atlético e gerou apreensão no Camp Nou. Imediatamente após o apito final, o jogador foi encaminhado para exames, que detectaram uma ruptura do músculo adutor da perna direita, conforme informou o clube catalão menos de uma hora após o fim da partida.
Messi sentiu lesão muscular no meio do segundo tempo no empate com Atlético Madrid
Messi sentiu lesão muscular no meio do segundo tempo no empate com Atlético Madrid

Antes mesmo de saber a gravidade da lesão, o técnico Luis Enrique já lamentava a perda de seu principal jogador e reclamava do calendário atribulado do Barcelona.

"Nós tentamos cuidar dele, mas as lesões não o abandonam. E com este calendário, vai ser complicado", comentou.

VINHA DE LESÃO
Messi havia se recuperado recentemente de outra lesão, no púbis, que também chegou a torná-lo desfalque. Com o novo problema físico, ele perderá as partidas diante de Sporting Gijón, Celta de Vigo, pelo Campeonato Espanhol, e Borussia Mönchengladbach, pela Liga dos Campeões.

Além disso, Messi será novamente problema para o técnico Edgardo Bauza na seleção argentina. O treinador, que já não pôde utilizá-lo diante da Venezuela justamente por conta da lesão no púbis, deverá cortar o craque das próximas duas partidas do país nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, contra Peru, dia 6 de outubro, e Paraguai, cinco dias depois.