Eliminatórias: Jogo com Argentina no Mineirão, palco do 7 a 1, não assusta Brasil

Presente no 7 a 1, Fernandinho afirmou que a expectativa para voltar ao Mineirão é a melhor possível

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 12 - A próxima partida da seleção brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, está marcada para o dia 10 de novembro, contra a Argentina, no Mineirão. O retorno da equipe ao estádio palco da maior humilhação de sua história contra seu principal rival no continente, no entanto, não assusta os remanescentes da equipe de Felipão, derrotada na semifinal da Copa de 2014 por 7 a 1, que encaram o "fantasma do Mineirão" com otimismo.

Após a vitória contra a Venezuela por 2 a 0 em Mérida, que levou a equipe pela primeira vez à liderança do torneio, o meia Willian e o volante Fernandinho, minimizaram o impacto da derrota numa futura atuação da seleção no estádio mineiro. Já o técnico Tite preferiu não comentar o retorno ao palco dos 7 a 1. "Ainda não pensei nisso. Não posso te responder", disse o técnico à reportagem do jornal O Estado de S.Paulo.

Fernandinho, titular naquele jogo e com erros em gols dos alemães, celebrou o retorno à seleção. Nos confrontos contra a Bolívia e a Venezuela ele foi titular na proteção da zaga, em substituição a Casemiro, lesionado. "Foi bom voltar e jogar bem e desempenhar um bom papel. Se tiver uma oportunidade nos próximos dois jogos é estar bem", afirmou.

"A expectativa para o retorno ao Mineirão é a melhor possível: fazer um bom jogo e conquistar uma boa vitória. É pensar no presente e no futuro. Não acho que terá um impacto especial em voltar [ao local]."

Autor de um gol na vitória contra a Venezuela, na qual substituiu Neymar, e também remanescente do 7 a 1, quando entrou em campo quando a partida já estava 6 a 0 para a Alemanha, Willian vê o retorno com naturalidade. "Acho que com certeza a gente espera um resultado diferente. É um clássico e tenho certeza que o torcedor no Mineirão vai nos apoiar bastante", disse. "Temos de manter os pés no chão e manter um bom futebol."

Brasil e Argentina se enfrentarão em momentos opostos no Mineirão. Enquanto a seleção brasileira tem quatro vitórias seguidas e o melhor ataque da competição, a Argentina, que nos últimos jogos não contou com Lionel Messi e nesta rodada perdeu para o Paraguai, ocupa o quinto lugar nas Eliminatórias, situação em que teria de disputar a repescagem para chegar ao Mundial de 2018.