Podendo chegar à liderança das Eliminatórias, Brasil busca vitória contra Venezuela

Seleção pode alcançar primeira posição da competição caso vença seu jogo e o Uruguai tropece contra a Colômbia

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 - O Brasil, vice-líder das Eliminatórias Sul-Americanas com 18 pontos, tem uma chance de ouro nesta terça-feira (11 de outubro), quando vai à Venezuela enfrentar os donos da casa podendo alcançar a liderança da competição, que define quatro vagas diretas para a Copa do Mundo da Rússia 2018 e uma na repescagem. Mesmo sem o craque Neymar, suspenso do jogo, e com a dificuldade de chegar à cidade de Mérida – nove horas de voo com direito a parada em Roraima -, a Seleção Brasileira tem tudo para ganhar mais uma na competição e ainda assegurar a primeira posição, uma vez que o líder Uruguai (19 pontos) tem um confronto duro, fora de casa, com a forte seleção da Colômbia.

Para o duelo com os venezuelanos, lanternas do torneio com apenas dois pontos, o técnico Tite já definiu o substituto do jogador do Barcelona. Willian, do Chelsea, entra no time, mas jogará do lado direito, enquanto Philippe Coutinho ocupará a posição de Neymar, na esquerda. Ambos terão a responsabilidade de manter a característica da equipe, que é de velocidade para chegar ao gol adversário e marcação pressão.

Apesar do amplo favoritismo brasileiro, que pode ser medido através das probabilidades do Oddsshark.com/br, uma vez que a vitória da seleção pentacampeã paga R$ 1,40, todo cuidado é pouco. Essa atenção redobrada deve-se ao fato de a Venezuela ter arrancado um empate com a Argentina na última vez que jogou em casa. O placar de 2 a 2 com os hermanos reflete o que o Brasil pode esperar na partida de logo mais. Caso os donos da casa imprimam uma zebra, a vitória paga R$ 7,50 para cada real apostado. Já empate dá R$ 4,50.

Podendo chegar à liderança das Eliminatórias, Brasil busca vitória contra Venezuela,que dá 40% de lucro
Podendo chegar à liderança das Eliminatórias, Brasil busca vitória contra Venezuela,que dá 40% de lucro

Colômbia pode dar forcinha ao Brasil em duelo com oUruguai
Uma vitória em casa. É isso o que quer o torcedor colombiano, que deve lotar o estádio Metropolitano Barranquilla, no confronto mais aguardado da 10ª rodada com Uruguai, e o brasileiro, que pode pular para a ponta. Favorito, com vitória pagando R$ 2,05 no Oddsshark.com/br, sendo 105% de lucro, os colombianos precisarão se superar caso queiram vencer os uruguaios. Isso porque o capitão e craque da seleção, James Rodríguez, está fora do jogo por conta de uma lesão na panturrilha esquerda e inclusive já retornou para Espanha, onde defende o Real Madrid. Com uma baixa importante, o fator casa é a motivação dos “Cafeteros”, que venceram três jogos em seus domínios – contra Peru, Equador e Venezuela. Atualmente estão na quarta posição, com 16 pontos.

Já o Uruguai, que teve dificuldades no deslocamento para o palco do jogo, chegando ao município apenas na madrugada desta segunda-feira, após horas de atraso, tem como objetivo manter a ofensividade vista nos últimos dois jogos. Foram duas vitórias, sendo sete gols marcados e nenhum sofrido (4 a 0 no Paraguai e 3 a 0 na Venezuela). Caso ganhem dos colombianos, a “Celeste” se manterá na ponta da tabela e chegará aos 22 pontos. A equipe possui odd de R$ 3,60, sendo R$ 2,60 de lucro. A igualdade entre os times está avaliada em R$ 3,30.

Em apuros, Argentina vê lista de desfalques aumentar para jogo com o Paraguai

Bastaram os últimos dois jogos – empates em 2 a 2 contra Venezuela e Peru - sem Lionel Messi para a Argentina ficar em apuros. Quinta colocada na classificação geral com 16 pontos, posição que dá direito à disputa da repescagem, a seleção albicelestetenta afastar a “Messidependência”,em Córdoba, contra um cambaleante Paraguai, sexto colocado com 12 pontos.

Para piorar a situação, o técnico EdgardoBauza “ganhou” mais cinco desfalques. A defesa, por exemplo, será reformulada por conta das suspensões de Otamendi, Funes Mori e Zabaleta. Musacchio, Demichelis e Mercado devem ser os substitutos. Já os volantes Lucas Biglia e Augusto Fernández estão fora por lesão.

Apesar do momento conturbado, os argentinos têm tudo para levar os três pontos e cravar R$ 1,25. O lucro é de R$ 0,25, baixo em razão da má fase do adversário, o Paraguai, que vem de duas derrotas consecutivas, para Uruguai e Colômbia. Já os visitantes, que precisam reencontrar o caminho da vitória para não se distanciar do pelotão de frente, têm vitória medida em incríveis R$ 12,00, cotação mais alta da rodada. Para se ter ideia, caso isso aconteça, uma aposta de R$ 100 gerará rendimento de R$ 1.200. Empate, avaliado como risco médio, paga R$ 5,50.

Jogos para ficar de olho
O Chile recebe o Peru em Santiago no clássico do Pacífico. O jogo, considerado de alta tensão devido a rivalidade histórica entre os países, é de fundamental importância para a “La Roja”, que vem de três derrotas consecutivas e está bastante ameaçada de não ir para a Copa de 2018. Os atuais bicampeões da Copa América, sétimos na tabela com 11 pontos, são cotados em R$ 2,90, contra R$ 2,70 dos peruanos, oitavos, com oito pontos.

Outro jogo válido pelas Eliminatórias Sul-Americanas é entre Bolívia, nona com sete pontos, e Equador, terceiro, com 16. O favoritismo é todoequatoriano, medido em R$ 2,10, contra R$ 3,40 dos mandantes, que apostam em La Paz para surpreender.

Confira todos os jogos, horários e cotações da 10ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Rússia 2018 no Oddsshark.com/br:
11/10: 17h – Bolívia (R$ 3,40) x Equador(R$ 2,10); empate (R$ 3,40)
11/10: 17h30 – Colômbia(R$ 2,05) x Uruguai(R$ 3,60); empate (R$ 3,30)
11/10: 20h30 – Chile(R$ 2,90) x Peru (R$ 2,70); empate (R$ 3,20)
11/10: 20h30 – Argentina(R$ 1,25) x Paraguai (R$ 12,00); empate (R$ 5,50)
11/10: 21h30 – Venezuela (R$ 7,50) x Brasil (R$ 1,40);empate (R$ 4,50)