Venezuela x Brasil - Contra lanterna, Brasil busca 4ª vitória seguida e liderança

O time brasileiro segue invicto no comando de Tite e está bem próximo da liderança

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 (AFI) – Em sua melhor fase desde o começo das eliminatórias, o Brasil tem mais um desafio nesta terça-feira, às 21h30: enfrentar a Venezuela fora de casa, em Mérida, pela 10ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. O time brasileiro, que tem três vitórias em três jogos desde que Tite assumiu, terá o seu primeiro desafio sem poder contar com seu craque Neymar, que está suspenso.

O duelo contra a Venezuela pode dar a liderança ao Brasil. Para isso, é preciso uma vitória do time Canarinha e um tropeço do Uruguai diante da Colômbia. O Brasil é o segundo colocado, com 18 pontos e vem de goleada por 5 a 0 sobre a Bolívia.
Oscar irá herdar a camisa 10 de Neymar
Oscar irá herdar a camisa 10 de Neymar

A Venezuela vive situação bastante delicada, ainda sem vencer em nove rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas. O time venezuelano soma apenas dois pontos até aqui e ocupa a 10ª e última colocação. A 10ª rodada marca o começo do segundo turno das eliminatórias. Na ida, o Brasil venceu por 3 a 1 no Castelão. O confronto da 2ª rodada ocorreu há cerca de um ano.

OSCAR COM A 10
Embora tenha herdado a camisa de Neymar, o treinamento do último domingo, em Natal, indicou que Oscar ficará no banco de reservas contra a Venezuela. O meia do Chelsea foi titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014, mas depois vinha perdendo prestígio na equipe.

Enquanto Oscar herdou a camisa de Neymar, o volante Paulinho, que cumpriu suspensão no duelo com a Bolívia, ficou com o número 15, que foi do meia do Chelsea no último compromisso. Mas ele será titular nesta terça-feira, recuperando a vaga que foi de Giuliano no compromisso anterior do Brasil nas Eliminatórias.O restante da numeração do Brasil para o duelo com a Venezuela ficou igual a do confronto com a Bolívia.

VENEZUELA
A Venezuela tem como principal jogador o atacante Salomón Rondón, do West Bromwich Albion, mas o atleta mais conhecido do povo brasileiro é o meia Rómulo Otero, do Atlético-MG. Quem ficou de fora foi o meia Seijas, do Internacional, titular da Venezuela durante a Copa América Centenário.

A Venezuela não poderá contar com o zagueiro Oswaldo Vizcarrondo, que foi expulso no último jogo da seleção contra o Uruguai.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
10ª rodada
Data
11/10/2016
Horário
21h30
Local
Estádio Metropolitano - Mérida-VEN ()
Árbitro
Víctor Carrillo-PER

Assistentes
Jonny Bossio-PER e Raúl López Cruz-PER

Público
40.726 pessoas.
Cartões Amarelos
Venezuela: José Velázquez, Wilker Ángel, Herrera
Brasil: Paulinho

Gols
Brasil: Gabriel Jesus 7' 1T, Willian 8' 2T
Venezuela
Dani Hernández;
Rosales, Wilker Ángel, José Velázquez e Feltscher;
Tomás Rincón, Arles Flores (Yangel Herrera) e Juanpi (Alejandro Guerra);
Josef Martínez, Rondón e Peñaranda (Otero).
Técnico: Dudamel
Brasil
Alisson;
Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís;
Fernandinho, Paulinho e Renato Augusto;
Willian (Taison), Gabriel Jesus e Philippe Coutinho (Giuliano).
Técnico: Tite