Mano lamenta derrota do Cruzeiro e se desculpa com juiz após reclamar

Mano reconheceu que errou ao reclamar do juiz após rever pela TV o lance

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 28 - O técnico Mano Menezes viveu um misto de decepção e constrangimento ao comentar neste domingo, no Beira-Rio, a derrota por 1 a 0 sofrida diante do Internacional pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador amargou essa situação após ser expulso no final da partida, quando reclamou de forma acintosa com o árbitro paulista Marcelo Aparecido de Souza ao cobrar a marcação de um pênalti a favor de sua equipe, que depois o próprio comandante admitiu que não aconteceu.

Mano reconheceu que errou ao reclamar do juiz após rever pela TV o lance, no qual Alex, do Inter, toca na bola com o rosto dentro da área de seu time, e não com a mão como o técnico e alguns jogadores cruzeirenses alegaram logo depois da jogada.

"A reclamação foi veemente porque tínhamos certeza de que foi pênalti, mas nos enganamos. Como somos justos, quero pedir desculpas ao Marcelo. Ele fez uma boa arbitragem. Vi na TV e não foi pênalti. Foi justa a minha expulsão, não poderia ter reclamado com aquela veemência", admitiu o comandante.

Para completar a sua frustração, Mano lamentou o fato de o Cruzeiro ter desperdiçado boas chances de marcar gols na partida que fez o time mineiro cair para a 13ª posição do Brasileirão, com 48 pontos.

"Na minha avaliação, não aproveitamos bem para definir as oportunidades ou criar a ultima etapa delas com qualidade. A gente teve muito volume, muito espaço, mas conclusões foram poucas", analisou o técnico, para depois reclamar da postura da sua equipe no lance do gol marcado por Valdívia, que carregou a bola da sua defesa até perto da grande área adversária, sem ser parado, antes de acertar lindo chute e decidir a partida.

"Sofremos um gol no contra-ataque, em que avaliamos mal o rebote, corremos atrás 60 metros sem fazer a falta e ainda tomamos o gol. Criamos duas oportunidades, com Robinho e Ábila, mas não fizemos. Saímos com a derrota em um jogo que poderíamos ter vencido", lamentou Mano, que agora irá preparar o Cruzeiro para fechar a sua campanha diante do Corinthians, domingo, às 17 horas, no Mineirão.