Após quatro meses, Cruzeiro manda embora volante ex-São Paulo

Contratado para uma posição que não era carente, Denison não conseguiu se firmar no clube

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 21 - Durou apenas cinco partidas, duas delas como titular, a passagem de Denilson pelo Cruzeiro. Cortado do banco de reservas diante do Santos, domingo, o volante foi dispensado nesta segunda-feira. O clube mineiro comunicou a decisão em seu site oficial, sem, contudo, explicar seus motivos.

"O Cruzeiro comunica que em comum acordo com Denilson está liberando o jogador dos compromissos restantes do clube na temporada. A decisão foi tomada já que o profissional não terá seus direitos econômicos adquiridos pelo Cruzeiro. A diretoria aproveita ainda para agradecer a toda dedicação e profissionalismo de Denilson no período e deseja felicidade ao jogador na sequência da carreira", diz a nota da diretoria.

Após cinco partidas, Denilson deixa o Cruzeiro (Foto: Divulgação / Cruzeiro)
Após cinco partidas, Denilson deixa o Cruzeiro (Foto: Divulgação / Cruzeiro)
O volante, formado na base do São Paulo, foi anunciado como reforço do Cruzeiro em 19 de julho. Assim, ficou na Toca da Raposa apenas quatro meses. Na maior parte das partidas durante este tempo, ficou no banco de reservas.

NÃO DEU LIGA!
De acordo com a imprensa mineira, o Cruzeiro pagou US$ 250 mil ao Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, pelo empréstimo de Denilson até o fim do ano. À época, a contratação chamou atenção porque, apesar de o Cruzeiro estar brigando contra o rebaixamento, não tinha carência na posição. O clube já contava com os volantes Ariel Cabral, Romero, Henrique, Bruno Ramires e Federico Gino.

Revelado pelo São Paulo em 2005, ano que o time paulista ganhou Libertadores e Mundial, Denilson logo foi vendido ao Arsenal, da Inglaterra. Fez mais de uma centena de partidas no gigante europeu, antes de voltar ao Morumbi em 2011. Entre altos e baixos, foi titular a maior parte do tempo. Acabou vendido ao Al Wahda em meados do ano passado, quando o São Paulo precisava de dinheiro.