Mano Menezes exalta empate do Cruzeiro com o líder: 'É a recuperação do respeito'

Treinador analisa que o time teve boas chances de vencer o Palmeiras na partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 14 - O Cruzeiro não venceu, mas o técnico Mano Menezes comemorou o resultado com o líder Palmeiras, na noite desta quinta-feira, em Araraquara. Para o treinador, o empate sem gols fora de casa confirma a reação do time mineiro, que já aparece em 12º lugar do Brasileirão, mas já esteve sob forte ameaça de rebaixamento.

"Fizemos três jogos ótimos contra os líderes do campeonato. Hoje (quinta), fizemos mais um grande jogo. É a recuperação do respeito, em pequenos degraus que devemos subir. Quando não pudermos pontuar com uma vitória, é importante fazer ao menos um, para nos dar tranquilidade, e vai mostrando para os jogadores que o que estamos fazendo já é algo merecedor para termos outra posição na tabela", comentou Mano.

Mano Menezes comenta que o Cruzeiro poderia ter vencido o Palmeiras (Foto: Célio Messias / Light Press / Cruzeiro)
Mano Menezes comenta que o Cruzeiro poderia ter vencido o Palmeiras (Foto: Célio Messias / Light Press / Cruzeiro)
PODERIA TER SIDO MELHOR...
Na avaliação do treinador, o Cruzeiro teve boas chances de vencer o Palmeiras, principalmente com lances ofensivos de perigo no segundo tempo.

"O Cruzeiro fez um jogo forte, que era necessário fazer aqui, para no mínimo sairmos com um ponto. Ao meu ver, no segundo tempo estivemos sempre mais próximos da vitória. Esse foi nosso mérito e isso me deixa contente."

"O mais importante é que a equipe está sabendo se comportar neste tipo de jogo. Os jogadores que entraram deram uma resposta muito boa. O Cruzeiro está definido como equipe, tem uma ideia de jogo clara", complementou Mano Menezes.

FORÇA DAS ARQUIBANCADAS
Ainda com chances de rebaixamento, com seus 37 pontos, o time mineiro volta a campo no domingo para receber a Chapecoense no Mineirão. E, para buscar mais um triunfo, o técnico convocou a torcida para lotar o estádio.

"Precisamos muito do nosso torcedor. Sei que temos dois jogos em casa e talvez ele pense em escolher o jogo da Copa do Brasil [contra o Corinthians]. Mas, nós não podemos escolher jogo. Este ponto só terá o valor que entendemos que ele deva ter se nós conquistarmos uma vitória no domingo diante da Chapecoense. É a hora final para escaparmos dessa situação, então temos que aproveitar este momento", declarou.