Apesar de 'empate justo', Carpegiani vê Coritiba prejudicado pela arbitragem

Treinando analisou que o duelo contra o Corinthians foi equilibrado, porém, que o gol adversário foi ilegal

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 15 (AFI) – O empate entre Coritiba e Corinthians, por 1 a 1, não foi bom para nenhum dos clubes, uma vez que os donos da casa não se distanciaram da zona de rebaixamento, e que os visitantes perderam seu lugar no G4 do Campeonato Brasileiro. A partida foi muito disputada e equilibrada na analise do técnico Paulo César Carpegiani. Contudo, o treinador lamentou a ação do árbitro no lance que originou o gol adversário.

Sobre o resultado final da partida, Carpegiani entende como justo, uma vez que os times fizeram um duelo equilibrado. Entretanto, ele cita que o seu time deixou a desejar e que considera que o Coritiba perdeu dois pontos, ao invés de ter ganhado um.

Carpegiani analisou como justo o empate entre Coritiba e Corinthians (Foto: Geraldo Bubniak / Fotoarena)
Carpegiani analisou como justo o empate entre Coritiba e Corinthians (Foto: Geraldo Bubniak / Fotoarena)

“Existem partidas e partidas de futebol. Hoje, empatamos porque, no meu entender, faltou algo a mais. Foi um jogo muito parelho, muito truncado. Nós tivemos dificuldade para jogar, mas o Corinthians também. Estatisticamente, foi um jogo merecido pelo empate. Nós tivemos intensidade, mas um pouco menos de intensidade do que contra o Grêmio. Mas foi o suficiente para tomar conta do jogo. Foi assim no primeiro tempo, mesmo que no fim o Corinthians tenha dado uma acordada e administrado mais a bola. No segundo tempo, tivemos mais dificuldade para jogar e o Corinthians teve mais posse de bola. Foi uma partida mais truncada, de meio-campo, um jogo que não me agradou. Nós empatamos porque não atuamos bem. Acho que nós perdemos dois pontos hoje”, analisou em entrevista coletiva após a partida.

RECLAMAÇÃO
Como é de praxe após as partidas do Campeonato Brasileiro, pelo menos um dos lados não saiu satisfeito com a arbitragem. O técnico do Coritiba questionou o gol adversário, o qual entender ter sido ilegal.

“Gostaria de fazer uma reclamação pública. No lance do gol do Corinthians, o juiz mandou parar a bola. O meu jogador botou o pé em cima da bola, aí veio jogador adversário, roubou a bola e fez gol com time quase parado. O gol deles foi ilegal”, ponderou o treinador.

PRÓXIMO JOGO
O Coritiba volta a campo no próximo domingo, para um jogo de ‘seis pontos’ contra o Sport. O duelo acontecerá às 16h, na Ilha do Retiro, em Recife, e será válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.