Oswaldo diz ter sido alvo de garrafada após jogo do Corinthians

Treinador diz que identificou o agressor e que discutiu com o torcedor que, criticava a atuação diante do Atlético-PR

por Agência Estado

São Paulo, SP, 27 - A torcida do Corinthians demonstrou irritação com o empate do time em 0 a 0 com o Atlético-PR, neste sábado, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado manteve o time fora do G6 e ao fim da partida, o técnico Oswaldo de Oliveira contou que discutiu com um torcedor que arremessou uma garrafa em sua direção para reclamar da atuação da equipe, que não depende mais só dos próprios resultados para ir à Copa Libertadores.

Na entrevista coletiva depois da partida, o técnico corintiano contou que ficou muito decepcionado com a atitude do torcedor.

"Eu estava saindo de campo, quando tinha uma garrafa vindo em minha direção. Aí, como é normal, olhei para cima para ver quem tinha jogado. Tinha um rapaz me xingando, aí discutimos um pouco", afirmou. O empate manteve o time na sétima colocação, em desvantagem na disputa com o próprio Atlético-PR e o Botafogo na briga por duas vagas para o torneio continental.

"Eu falei para o torcedor que estava morrendo de medo dele. Isso o que ele fez é agressividade e falta de educação. A crítica é normal e aceitável. O que ele fez passou dos limites", criticou. Apesar do incidente, o técnico do Corinthians demonstrou tranquilidade ao comentar o episódio e confiança para falar sobre a situação do time no Brasileiro. Será necessário ganhar do Cruzeiro, no Mineirão, na última rodada, e torcer por tropeços de um dos dois concorrentes.

CONCORRENTES DIRETOS
O Atlético-PR vai receber o Flamengo, em Curitiba, e o Botafogo, que está sem vencer há cinco rodadas, enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre.

"Sem dúvida vamos brigar até o final. Temos que acreditar, porque criamos bastante contra o Atlético-PR, chutamos bola na trave, tivemos chances claras de gol. Infelizmente, não ganhamos. Estamos vivos na competição. Temos que vencer e um dos dois empatarem", disse.

O Corinthians ganha folga neste domingo e volta aos treinos na segunda-feira à tarde, no CT Joaquim Grava. "A semana será importantíssimo. Vamos ter tempo para treinar. Vamos focar em vencer o Cruzeiro e esquecer dos outros resultados que precisamos. Vamos tentar tudo o que está no nosso alcance", afirmou.