LUTO! Morre goleiro do Corinthians dos anos 80

Aos 56 anos, o ex-goleiro Solitinho, revelado pelo Corinthians e que defendeu a seleção brasileira, morreu nesta segunda-feira

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 21 (AFI) - Morreu na tarde desta segunda-feira Carlos Alberto Solito, o Solitinho, ex-goleiro do Corinthians, que durante os anos 1980 chegou a disputar posição no gol corinthiano com seu irmão Solito, além de ter sido titular em várias ocasiões. Ele também trabalhou como preparador de goleiros do Corinthians por dez anos.

Solitinho sofria com complicações de três diferentes tipos de câncer, no nariz, na espinha e no estômago, e estava paraplégico havia três anos. A causa da morte ainda não foi divulgada. O velório de Solitinho será nesta segunda, a partir das 19h, no cemitério do Araçá, na Zona Oeste de São Paulo.

Solitinho morreu aos 56 anos nesta segunda-feira
Solitinho morreu aos 56 anos nesta segunda-feira

Solitinho completaria 57 anos no dia 25 de dezembro deste ano. Tido como revelação do Corinthians, Solitinho também jogou nas categorias de base da seleção brasileira. Inclusive em seleções pré-olímpicas e pan-americanas.

Solitinho foi reserva na conquista do título do Campeonato Paulista de 1982, o primeiro estadual da Democracia Corintiana.

O ex-goleiro disputou 34 partidas com a camisa do Corinthians, onde foi titular em 1980 e 1981. Após se aposentar como jogador, Solitinho virou preparador de goleiros da base corintiana e, em 2005, foi alçado ao time profissional, participando da campanha do título brasileiro daquele ano.

Nos últimos anos, Solitinho era coordenador técnico de preparação de goleiros, tendo trabalhado muito tempo no Pão de Açucar, atual Audax. Ele também defendeu clubes como Santo André, União Barbarense, Inter de Limeira, XV de Piracicaba e São Caetano, entre outros.