Para voltar a ter sucesso na carreira, Oswaldo de Oliveira estreia no Corinthians

Treinador já começa sua terceira passagem pelo clube pressionado, ele não era o preferido pelos torcedores para assumir o time

por Agência Estado

São Paulo, SP, 16 (AFI)- O técnico Oswaldo de Oliveira foi apresentado na última sexta-feira e neste domingo já estreia pelo Corinthians sob pressão, após tanta polêmica em cima de sua contratação. A boa notícia é que o adversário é o lanterna América-MG, teoricamente um dos times mais fracos do Campeonato Brasileiro. O jogo pela 31.ª rodada será às 18h30, no estádio Itaquerão, em São Paulo.

A chegada de Oswaldo de Oliveira é a tentativa encontrada pelo presidente Roberto de Andrade em tentar fazer o time se ajustar e evoluir o quanto antes. Mesmo que isso não agrade a todos. O diretor adjunto de futebol, Eduardo Ferreira, pediu demissão por não concordar com a chegada do treinador.

Oswaldo de Oliveira tenta voltar a fazer sucesso no time em que consagrou
Oswaldo de Oliveira tenta voltar a fazer sucesso no time em que consagrou
Mas contratar Oswaldo de Oliveira foi o risco que o presidente decidiu correr para aproveitar a mudança no regulamento e tentar pegar uma das seis vagas para a próxima edição da Copa Libertadores. Paralelamente, o Corinthians também segue vivo na Copa do Brasil, onde enfrentará o Cruzeiro, nesta quarta-feira, em Belo Horizonte, pela partida de volta das quartas de final.

RECOMEÇO...
Após passagens sem brilho por Sport, Flamengo, Palmeiras, entre outros, Oswaldo de Oliveira tenta reconquistar a torcida, que já o idolatrou quando foi campeão mundial em 2000, mas hoje torce o nariz para sua chegada, justamente pelo fato de ele não ter conquistado bons resultados nos últimos anos. Ciente da situação, o treinador tenta reconquistar a confiança da Fiel aos poucos. A expectativa fica para a forma com que a torcida vai recebê-lo.

Por isso, nada de mudanças radicais em relação ao time que vinha sendo escalado pelo interino Fábio Carille. Pelo menos não por enquanto. A tendência é que a formação seja praticamente a mesma que derrotou o Santa Cruz, na última quarta-feira. A única alteração é a entrada de Lucca ou do paraguaio Romero na vaga de Marquinhos Gabriel, suspenso.

Um dos setores que deve ter disputa por posição com a chegada do treinador é no gol. Cássio sempre foi titular absoluto, mas passou a ser contestado nos últimos tempos e Walter tem aparecido com destaque. Neste domingo, o primeiro continua fora, com dores no ombro, e parece iniciar a briga atrás.