Após confusão em clássico, STJD interdita setor do estádio do Corinthians

A súmula do jogo também relata a utilização de sinalizadores antes da partida, válida pelo Campeonato Brasileiro

por Agência Estado

São Paulo, SP - O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Ronaldo Botelho Piacente, determinou nesta terça-feira a interdição parcial do estádio do Corinthians. Piacente concedeu liminar em que acatou denúncia oferecida pela Procuradoria por incidentes durante o jogo contra o Palmeiras, no último sábado, no Itaquerão. Como punição, o clube do Parque São Jorge terá setor norte do estádio interditado, assim como está proibido de vender ou ceder ingressos para as torcidas organizadas Gaviões da Fiel e Estopim da Fiel.

Corinthians foi punido por confusão em clássico
Corinthians foi punido por confusão em clássico
No despacho, Piacente afirmou que a interdição será mantida até que o Corinthians comprove as condições de segurança e os reparos no local, que por ser comumente usado por torcidas organizadas, terá de ficar vazio. A punição vale para todas as partidas de futebol que serão realizadas no Itaquerão até o fim do processo.

Dois incidentes no último sábado motivaram a interdição. No intervalo, membros de uma organizada tentaram colocar uma faixa na mureta do estádio, o que é proibido por determinação do Ministério Público e da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Após a polícia tentar retirar o adereço, houve confronto, alguns objetos foram retirados no gramado e um dos guarda-corpos acabou danificado.

A súmula do jogo também relata a utilização de sinalizadores antes da partida, válida pelo Campeonato Brasileiro. Os artefatos foram acesos durante a execução do hino nacional e aos dois minutos de jogo. Pelas ocorrências, o Corinthians foi denunciado nos artigos 191 (permitir a entrada de sinalizadores) e 211 (por não manter as condições de segurança adequadas) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).