Copa 2014: Com Uruguai, Copa conhece os 32 países participantes

Uruguai e México confirmaram as duas últimas vagas nesta quarta-feira

por Agência Estado

São Paulo, SP, A esperada classificação do Uruguai definiu, nesta quarta-feira, a composição dos 32 países participantes da Copa do Mundo de 2014. Os torcedores no Brasil terão uma enorme possibilidade de assistir a um dos melhores Mundiais da história - esta será a 20.ª edição. Isso porque nenhuma grande zebra aconteceu nas Eliminatórias pelas seis confederações e pela primeira vez serão oito campeões na disputa - além da seleção brasileira e dos uruguaios, Espanha, Itália, Alemanha, Inglaterra, França e Argentina.

A grande expectativa, agora, fica por conta do sorteio dos grupos, que acontecerá no próximo dia 6, em um complexo hoteleiro da Costa do Sauipe, no litoral da Bahia. Neste evento serão definidas as oito chaves da Copa, com boas chances de alguns temidos "grupos da morte". O primeiro jogo do Mundial será o do Brasil, no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo. A final, em 13 de julho, ocorrerá no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

ÚLTIMAS 11 VAGAS
Neste mês de novembro, as últimas 11 vagas foram definidas com muita emoção. Especialmente nas Eliminatórias da Europa e da África. No Velho Continente, os quatro duelos de repescagem tiraram o fôlego dos torcedores, que presenciaram a superação da França para reverter uma desvantagem para a Ucrânia e o grande futebol do português Cristiano Ronaldo. O atacante do Real Madrid comandou o seu país à classificação com uma atuação de gala contra a Suécia de Ibrahimovic, em Estocolmo, em que marcou três gols.

Já na África, as classificadas são as mesmas que garantiram vaga à Copa do Mundo de 2010 - a exceção é a África do Sul, que foi o país-sede do último Mundial. Nigéria, Gana e Camarões passaram sem sustos. O mesmo não se pode dizer da Costa do Marfim, contra Senegal, e especialmente da Argélia, que precisou de um gol marcado na base da garra para eliminar Burkina Fasso.

A primeira seleção a se classificar, ainda em junho, foi o Japão. Com brilhante campanha nas Eliminatórias da Ásia, os japoneses depois tiveram a companhia de Austrália, Coreia do Sul e Irã. Na Europa, os primeiros garantidos saíram apenas em setembro, quando Itália, Holanda e Suíça obtiveram a classificação com três rodadas de antecipação. Depois, em outubro, foram as vezes de outros seis países - Espanha, Alemanha, Rússia, Bélgica, Inglaterra e a Bósnia-Herzegovina, a única estreante em Mundiais no Brasil.

NAS AMÉRICAS
Na América do Sul, a favorita Argentina conseguiu a vaga primeiro, em setembro, e no mês seguinte vieram as classificações de Colômbia (de volta de 2002), Equador e Chile, jogando o Uruguai para uma repescagem contra a Jordânia. O Paraguai, que jogou as últimas quatro edições da Copa, ficou de fora.

Por fim, nas Américas do Norte e Central e Caribe, outubro foi de enormes emoções. Costa Rica e Estados Unidos haviam se classificado sem sustos um mês antes. Honduras precisou de pontos nas duas últimas rodadas para ter a terceira vaga direta. Quem passou por apuros mesmo foi o México, que precisou de uma ajuda dos rivais norte-americanos para avançar à repescagem contra a Nova Zelândia, vencedora da Oceania, na qual conseguiram um lugar no Mundial desta vez sem problemas.