Atlético-MG 1 x 3 Grêmio - Tricolor cala o Mineirão e fica perto do pentacampeonato

Pedro Rocha foi o destaque positivo e o negativo durante a grande decisão da Copa do Brasil

por Kim Belluco

Belo Horizonte, MG, 23 (AFI) - O Grêmio está muito perto do pentacampeonato da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, pela partida de ida da grande final, no Mineirão, o Tricolor foi muito superior ao Atlético Mineiro e praticamente liquidou a fatura com a vitória por 3 a 1, gols marcados por Pedro Rocha, duas vezes, e Everton. Gabriel fez para o Galo.

Para o jogo de volta, que acontecerá no dia 30 de novembro (quarta-feira), às 21h45, na Arena do Grêmio, o Atlético precisará vencer por dois gols de diferença para levar a partida para as penalidades máximas, e três para ser campeão. Vale lembrar que na final, os gols marcados fora de casa não servem como critério de desempate.

Após um primeiro tempo arrasador, o Grêmio se complicou sozinho - com a expulsão de Pedro Rocha -, e viu o Atlético explodir na base do 'eu acredito' com o gol de Gabriel. Na base de superação, e contando com o dedo de Renato Gaúcho - deu um verdadeiro nó tático em Marcelo Oliveira -, o Tricolor ainda fez o terceiro com Everton, praticamente selando a conquista.

SÓ DEU GRÊMIO!
Nem mesmo um Mineirão lotado foi o suficiente para tirar o Atlético Mineiro de sua 'bolha'. O time, apontado por muitos como o melhor elenco do futebol brasileiro, foi totalmente apático e fez da partida um verdadeiro ataque contra defesa. O Grêmio pareceu jogar futsal. Com passes curtos, envolveu o rival e saiu na frente aos 29 minutos. Maicon roubou a bola no meio de campo e deu belo passe para Pedro Rocha. O atacante cortou Gabriel como quis e chutou para o fundo das redes.

Grêmio larga na frente na decisão da Copa do Brasil
Grêmio larga na frente na decisão da Copa do Brasil

Dos camarotes, Otero, Edcarlos e Fred viam o desespero do Atlético, que não conseguia sair da rodada gaúcha. Aos 35 minutos, Luan disparou pelo lado direito e chutou cruzado, ninguém chegou a tempo para empurrar. O estrelado Pedro Rocha ainda teve uma outra oportunidade de fazer o segundo. De frente para Victor, tentou por cobertura, mas Gabriel se recuperou a tempo e tirou, de carrinho, quase em cima da linha.

O Galo foi aparecer com perigo apenas aos 42 minutos. Cazares apareceu livre pelo lado direito de campo e cruzou para área. A bola ficou viva para Júnior Urso, que exigiu um verdadeiro milagre do goleiro Marcelo Grohe. O Grêmio não ficou para trás. Na sequência, Pedro Rocha apareceu livre na frente de Victor. Desta vez, foi o camisa 1 do Galo que fez uma grande defesa, salvando a equipe mineira.

AINDA VIVO!
No segundo tempo, o Atlético Mineiro deu indícios de que seria outro. Logo aos três minutos, Lucas Pratto recebeu de Maicosuel, ajeitou o corpo e chutou. A bola tirou tinta da trave e parou nas redes pelo lado de fora. Mas foi pouco. O Grêmio não demorou para reassumir o domínio da partida e ampliou o marcador.

Atlético tentou complicar, mas Grêmio está perto do título
Atlético tentou complicar, mas Grêmio está perto do título

Aos nove minutos, Pedro Rocha recebeu no meio de campo, passou por três defensores do Atlético e tocou na saída de Victor para fazer o segundo. Mais tarde, o jogador se transformou de herói para postulante à vilão. Quando comemorou o gol, tomou amarelo. Depois, parou o ataque do Atlético e foi expulso. Deixou o gramado aos prantos e ganhou um caloroso abraço do técnico Renato Gaúcho.

Só que com um jogador a mais o Atlético cresceu e jogou o Grêmio para seu campo defensivo. De tranto pressionar e na base do 'Eu acredito', o Galo foi com tudo para cima e diminuiu aos 36 minutos. Fabio Santos cruzou, Gabriel apareceu como homem surpresa dentro da área e mandou, de sem-pulo, para o gol.

Mas bem quando o Galo era melhor e estava perto do segundo gol, o Grêmio reagiu e encaixou um contra-ataque para fazer o terceiro. Pedro Geromel partiu em velocidade e cruzou para Everton, de carrinho, deixar o seu.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
1ª rodada
Data
23/11/2016
Horário
21h45
Local
Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Péricles Bassols Cortez (Fifa-PE)

Renda
R$ 4.082.175,00
Assistentes
Rodrigo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC)

Público
50.586 torcedores
Cartões Amarelos
Atlético-MG: Gabriel, Júnior Urso
Grêmio-RS: Maicon, Edílson, Marcelo Grohe

Cartões Vermelhos
Grêmio-RS: Pedro Rocha
Gols
Atlético-MG: Gabriel 36' 2T
Grêmio-RS: Pedro Rocha 29' 1T, Pedro Rocha 9' 2T, Everton 45' 2T
Atlético-MG
Victor;
Carlos César, Erazo, Gabriel e Fábio Santos;
Leandro Donizete, Júnior Urso (Marcos Rocha) e Maicosuel (Hyuri);
Cazares (Clayton), Robinho e Lucas Pratto
Técnico: Marcelo Oliveira
Grêmio-RS
Marcelo Grohe;
Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira;
Walace, Maicon, Ramiro (Jaílson) e Douglas (Everton);
Luan (Fred) e Pedro Rocha
Técnico: Renato Gaúcho