Internacional x Santos - Peixe favorito diante dos reservas colorados!

Os times se encontram às 19h30 desta quarta-feira em jogo válido pela rodada de volta das quartas de final da Copa do Brasil

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 18 (AFI) - Em momentos bastante distintos no Campeonato Brasileiro, Santos e Internacional vão se enfrentar pela Copa do Brasil com posturas diferentes. Eles se encontram às 19h30 desta quarta-feira em jogo válido pela rodada de volta das quartas de final.

O Inter vai poupar grande parte dos titulares para priorizar o Brasileirão, onde briga contra o Rebaixamento, quando o time santista entra em campo com força máxima e trata a competição com uma das prioridades do ano.

No jogo de ida, na Vila Belmiro, o Peixe bateu o time gaúcho por 2 a 1 e entra em campo com a vantagem de qualquer empate para garantir a classificação. O Inter precisa de uma vitória por 1 a 0, mas se sofrer gols precisará fazer mais. No caso de um novo 2 a 1, dessa vez para os gaúchos, a vaga será decidida nos pênaltis.

PRIORIDADE É OUTRA
Com um Gre-Nal marcado para o final de semana em mais um jogo na briga contra o rebaixamento no Brasileirão, o Inter não vai enfrentar o Santos com força máxima nesta quarta. Danilo Fernandes, Ernando eAlex serão os único titulares em campo no duelo com o alvinegro praiano.

Primeiro duelo terminou com vitória santista. (Foto: Divulgação)
Primeiro duelo terminou com vitória santista. (Foto: Divulgação)
A idéia inicial do técnico Celso Roth era realizar um trabalho com os portões fechados no Beira-Rio, mas o tempo mau tempo frustrou os planos e o treinador teve que comandar o coletivo no Centro de Treinamentos do Parque do Gigante.

Ao todo, serão oito alterações no time. Como William se recupera de um procedimento cirúrgico após ter levado um soco de Anderson na boca, Eduardo deve ser improvisado na lateral direita. No meio, Alex Serpa mantido porque recebeu o terceiro amarelo no Brasileirão e vai cumprir suspensão no Gre-Nal.

O meio de campo será completado por Fabinho, Eduardo Henrique e Andrigo. O ataque deve ser formado por Sasha e Aylon. Marcelo Lomba e Anselmo não pode disputar a Copa do Brasil porque já atuaram com a camisa de outras equipes na competição nesta temporada.

SEM ELE
O técnico Dorival Júnior esperou, chegou a sonhar com a possibilidade de ter Vitor Bueno nesta quarta-feira, contra o Internacional, mas terá que escalar o Santos sem o meia. O jogador voltou a sentir um incômodo na coxa e foi vetado para a partida no Beira-Rio, que decidirá uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil.

Vitor Bueno se recuperou de uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda, que o tirou de campo por quase 20 dias, e atuou no segundo tempo contra o Grêmio, no último domingo. No entanto, voltou a sentir um problema na perna esquerda e acabou descartado pelo departamento médico santista.

Sem o meia, além de Jean Mota, que já atuou na Copa do Brasil pelo Fortaleza, e Vecchio, também lesionado, Dorival terá um sério problema para definir o companheiro de Lucas Lima na armação de jogadas do Santos. Léo Cittadini, que vinha atuando mais recuado, pode ser o escolhido, mas Paulinho também briga pela posição.

O meia Elano poderia ser o escolhido, mas também se tornou baixa nesta terça-feira. O veterano de 35 anos se reapresentou com muitas dores nas costas, que limitavam sua locomoção. Por isso, foi vetado e se juntou a uma longa lista de desfalques, que já contava com Vladimir, Gustavo Henrique, Alison e Valencia.

Ficha Técnica

Fase
Quartas de Final
Rodada
2ª rodada
Data
19/10/2016
Horário
19h30
Local
Beira Rio - Porto Alegre (RS)
Árbitro
Wagner do Nascimento Magalhaes - RJ

Renda
R$ 188.390,00
Assistentes
Dibert Pedrosa Moises - RJ e Luiz Claudio Regazone - RJ

Público
15.065 pagantes
Cartões Amarelos
Internacional-RS: Andrigo

Gols
Internacional-RS: Aylon 9' 1T, Eduardo Sasha 42' 2T
Internacional-RS
Danilo Fernandes;
Eduardo (Ceará), Alan Costa, Ernando e Geferson;
Fabinho, Eduardo Henrique, Andrigo (Valdívia) e Alex;
Eduardo Sasha e Aylon (Vitinho).
Técnico: Celso Roth
Santos-SP
Vanderlei;
Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz (Rafael Longuine) e Zeca (Rodrigão);
Thiago Maia, Renato, Lucas Lima e Paulinho (Joel);
Copete e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior