Corinthians 1 x 0 Fluminense - Carrasco do Flu, Rodriguinho coloca Timão nas quartas

Em jogo de muita reclamação, com gols anulados e pênaltis não marcados, o time paulista foi mais efetivo e carimbou a vaga

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 21 (AFI) - O Corinthians está nas quartas de fina da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, recebeu o Fluminense na Arena Corinthians, em jogo válido pela rodada de volta das oitavas de final, e conquistou uma vitória por 1 a 0, com gol de Rodriguinho.

No jogo de ida, no Edson Passos, os dois times empataram por 1 a 1. Assim, os corintianos entraram em campo precisando de um empate sem gols para cravar a classificação. Com uma postura cautelosa, soube administrar bem a partida, mas levou alguns sustos dos adversários, que tiveram três gols anulados e reclamaram da não marcação de dois pênaltis.

NÃO VALEU
O Corinthians iniciou o jogo tentando manter a posse de bola para achar espaços na defesa tricolor, mas mostrou dificuldades em concluir a missão e acabou levando dois sustos antes de conseguir chegar à área adversária. Nos primeiros oito minutos de jogo, o Fluminense teve dois gols anulados em jogadas muito parecidas. Cruzamento de Scarpa em cobrança de falta , cabeceio de Cícero pro fundo da rede e bandeira erguida indicando o impedimento.

O meia Rodriguinho, ao fundo, marcou o único gol da partida, que classificou o Corinthians para as quartas-de-final da Copa do Brasil. Foto: fluminense.com.br
O meia Rodriguinho, ao fundo, marcou o único gol da partida, que classificou o Corinthians para as quartas-de-final da Copa do Brasil. Foto: fluminense.com.br

Depois disso, o jogo ficou aberto e os dois times chegaram com algum perigo. Aos 19 minutos, Marcos Júnior arriscou de fora da área mas a bola saiu sem força e ficou fácil para Cássio Defender. Um minuto depois, o Timão respondeu com Romero, que também chuto sem força de fora da área para defesa do goleiro adversário.

Na segunda metade da etapa inicial, o Corinthians passou a ficar mais com a posse de bola e a controlar o jogo. De qualquer maneira, apesar de freqüentar bastante o campo de defesa dos adversários, o time não mostrou nenhuma criatividade. A todo momento que se aproximava da área, ou errava o passe ou perdia a bola para o marcador.

Antes do intervalo, os jogadores do Tricolor e o técnico Levir Culpi reclamaram bastante da não marcação de um pênalti em um lance no qual Balbuena teria derrubado Cícero dentro da área. Depois, ainda deu tempo do próprio Balbuena cabecear com perigo contra o gol de Júlio César.

O Fluminense reclamou muito da arbitragem, alegando 3 gols anulados e dois penaltis não marcados. Foto: fluminense.com.br
O Fluminense reclamou muito da arbitragem, alegando 3 gols anulados e dois penaltis não marcados. Foto: fluminense.com.br

MORREU
O segundo tempo começou com os mesmos ingredientes da etapa inicial. Aos três minutos, o Fluminense estava mais uma vez reclamando de um pênalti. Aos 11, novamente o time carioca conseguiu balançar as redes, dessa vez com Marcos Júnior, e assim como nas oportunidades anteriores o árbitro marcou impedimento.

O Corinthians demorou, mas conseguiu se organizar e aos 20 minutos teve um boa chance de abrir o placar com Romero, que cabeceou após cruzamento de Fagner e parou em boa defesa de Júlio César. O Timão cresceu e aos 23 minutos a bola entrou. Marquinhos Gabriel avançou pela direita e passou para Giovanni Augusto. O meia tocou para Rodriguinho, que dominou e bateu firme para marcar o gol da vitória corintiana.

Ficha Técnica

Fase
Oitavas de Final
Rodada
2ª rodada
Data
21/09/2016
Horário
21h45
Local
Arena Corinthians - São Paulo (SP)
Árbitro
Rodolpho Toski Marques - PR

Renda
R$ 1.103.889,50
Assistentes
Bruno Boschilia - PR e Ivan Carlos Bohn - PR

Público
20.614 pagantes
Cartões Amarelos
Fluminense-RJ: Cícero

Cartões Vermelhos
Fluminense-RJ: Marquinho
Gols
Corinthians-SP: Rodriguinho 23' 2T
Corinthians-SP
Cássio;
Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana;
Camacho (Cristian), Rodriguinho, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto (Willians), e Marlone (Lucca);
Ángel Romero.
Técnico: Fábio Carille
Fluminense-RJ
Júlio César;
Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus;
Pierre (Marquinho), Douglas, Cícero, Gustavo Scarpa e Wellington (Richarlison);
Marcos Junior (Magno Alves)
Técnico: Levir Culpi