Ferroviária x XV de Piracicaba - Invicta, Ferrinha tenta superar a melhor defesa

O time de Araraquara precisa vencer por três gols de diferença para reverter derrota no Barão por 2 a 0

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 25 (AFI) - Duas equipe de muita tradição do Estado de São Paulo, Ferroviária e XV de Piracicaba fazem a grande final da Copa Paulista neste sábado, às 18h, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. Apesar de jogar contra a equipe com a melhor campanha do torneio, o time piracicabano leva uma boa vantagem já que venceu o jogo de ida, no Barão de Serra Negra, pelo placar de 2 a 0. O duelo deve ter casa cheia, já que aderiu ao Projeto Futebol Sustentável.

O resultado do último sábado deixou o XV com uma mão na taça. O time piracicabano pode perder por até um gol de diferença, que ficará com o título, enquanto a Ferroviária precisa vencer por até três gols para ser campeão. Se repetir o resultado, a decisão sairá das penalidades máximas.

A Ferroviária está invicta quando se trata de jogar dentro da Fonte Luminosa. A equipe de Araraquara atuou 11 partidas em casa, sendo oito vitórias e três empates. Em todo o torneio, foi derrotado em apenas duas oportunidades. Na segunda fase, para o Catanduvense, 2 a 1, e diante do próprio XV, na decisão, por 2 a 0.

Por outro lado, o XV de Piracicaba não perdeu nenhum jogo na competição por uma diferença maior de dois gols. Todas as derrotas foram por 1 a 0, a última, nas quartas de final, frente ao Votuporanguense, resultado que não impediu com que o time conquistasse a classificação.

DESFALQUE NA FERROVIÁRIA
A Ferroviária terá um desfalque importante para o duelo frente ao XV de Piracicaba. O técnico Picoli não poderá contar com o volante Kaíque, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A dúvida no meio de campo fica por conta de Ademir e Fábio Souza. O primeiro, porém, deve iniciar o duelo entre os titulares.

Em relação ao jogo em Piracicaba, estava, inclusive, será a única mudança. Apesar de ter realizado os dois últimos trienos com portões fechados, Picoli indicou um time ofensivo, com Bruno Lopes, Elder Santana e Wellington no ataque.

Ferroviária precisa golear o XV para ficar com o título
Ferroviária precisa golear o XV para ficar com o título

"Não podemos sofrer gols. Estamos tendo um desequilibro no setor defensivo, e precisamos concertar isso. Tive uma consistência maior nas fases inicias, mas o torneio acabou mudando muito agora no mata-mata. O XV tem a melhor defesa do campeonato e mostrou isso contra a gente. Vamos precisar ter calma e fazer o possível para buscar o resultado", disse o treinador.

FORÇA MÁXIMA
O XV de Piracicaba terá força máxima para a partida contra a Ferroviária. Sem jogadores suspensos, o técnico Cléber Gaúcho deve colocar em campo o mesmo time que venceu em casa. Existe uma pequena expectativa do retorno de Fraga ao meio de campo, mas a tendência é que Maranhão siga entre os 11.

“A Ferroviária é uma grande equipe. Não é a toa que fez possui a melhor campanha e o melhor ataque da competição. Vencemos em casa pelos nossos méritos, mas desde que terminou o duelo, sabíamos que teríamos que fazer um trabalho redobrado para alcançar nosso objetivo”, analisou o técnico quinzista, Cleber Gaúcho.

XV de Piracicaba está confiante na conquista do título
XV de Piracicaba está confiante na conquista do título

O treinador afirma que, durante a semana, não teve problemas para lidar com um possível sentimento de anseio entre o elenco. “É uma situação natural que todo jogador convive nas vésperas de decisões. O atleta experiente tem, a comissão técnica tem, isso é normal. Não podemos deixar que isso interfira no nosso trabalho, principalmente no dia a dia dentro do nosso plano do que queremos para o jogo. Então, a ansiedade, até o limite dela, é positiva e não detectei nada que pudesse nos atrapalhar nesse sentido”, comentou.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
2ª rodada
Data
26/11/2016
Horário
18h00
Local
Arena da Fonte Luminosa - Araraquara (SP)
Árbitro
Raphael Claus

Renda
R$ 108.695,00
Assistentes
Emerson Augusto de Carvalho e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo

Público
10.220 presentes
Cartões Amarelos
XV de Piracicaba: Maranhão

Gols
Ferroviária: Kelvy 2' 1T, Bruno Lopes 7' 1T, Zé Mateus 22' 2T (contra)
XV de Piracicaba: Rodrigo Silva 28' 2T
Ferroviária
Matheus;
Willian Cordeiro, Raniele, Patrick e Sávio;
Fábio Souza, Rafael, Fabrício (Felipe Silva) e Kelvy;
Elder Santana (João Lucas) e Bruno Lopes.
Técnico: Picoli
XV de Piracicaba
Matheus Pasinato;
Zé Matheus, Cunha, Rodrigo e Samuel (Pavone);
Maranhão (Bruninho), Clayton, Samoel Pizzi e Barreto (Gilsinho);
Romarinho e Rafael Gomes.
Técnico: Cléber Gaúcho