Inglês: Chelsea avança em projeto para reforma e ampliação do Stamford Bridge

Blues pretendem aumentar 19 mil lugares na capacidade do estádio, elevando para para 60 mil torcedores

por Agência Estado

Campinas, SP, 12 - O Chelsea superou o mais recente obstáculo para realizar a reformar do seu estádio, o Stamford Bridge, e repetir os passos dados pelos seus rivais de Londres, o Arsenal e o Tottenham. Os líderes do Campeonato Inglês divulgaram um comunicado em que revelam que a comissão de planejamento da capitão britânica deu o aval para a realização das obras no estádio, localizado no centro de Londres.

"A decisão da comissão não significa que os trabalhos possam começar no local. Este é apenas o passo mais recente, embora significativo, que devemos receber para iniciar os trabalhos, incluindo a obtenção de várias permissões", explicou o Chelsea em um comunicado oficial.

Chelsea pretende ampliar Stamford Bridge para 60 mil lugares
Chelsea pretende ampliar Stamford Bridge para 60 mil lugares
MAIS FÃS
O Chelsea decidiu reformar o seu estádio para que ele passe a ter capacidade para 60 mil torcedores, sem que precise construir uma nova casa, no oeste de Londres. Assim, o Chelsea passaria a ter uma capacidade no seu estádio semelhante aos do Emirates Stadium, casa do Arsenal, e da nova arena do Tottenham, que está sendo construída nas proximidades do White Hart Lane.

A previsão do Chelsea é de que a obra de reforma do Stamford Bridge tenha um custo estimado de 500 milhões de libras (aproximadamente R$ 1,96 bilhão), com previsão de estar concluída para a temporada 2021/2022 do futebol europeu. A capacidade atual do Stamford Bridge é de 41 mil espectadores.