Chapecoense apresenta mais dois reforços para temporada: Amaral e Zeballos

Wellington Paulista, Andrei Girotto e Diego Renan já trabalham com o elenco e esperam somente a assinatura do contrato

por Agência Estado

Chapecó, SC, 08 - A Chapecoense trabalha sem descanso para recompor o time e deixá-lo competitivo para 2017, após o acidente aéreo que abalou o mundo do futebol no final do ano passado. Neste último sábado, o clube catarinense apresentou mais dois reforços: o lateral-direito uruguaio Emilio Zeballos e o volante Amaral.

Amaral, de 30 anos, pertence ao Palmeiras e o defensor uruguaio de 24 vem do Defensor Sporting. Os dois atletas assinaram contratos de empréstimo por uma temporada com a equipe de Chapecó (SC) e se unem aos outros cinco reforços: o zagueiro Douglas Grolli, os meias Nadson e Dodô, mais os atacantes Niltinho e Rossi.

O técnico Vágner Mancini começou os trabalhos de remontagem do plantel com três remanescentes da última temporada e que ficaram fora da viagem: Martinuccio, Nenén e Moisés. A Chapecoense teve a morte de 19 jogadores, fora a perda do goleiro Jackson Follmann, que teve a perna amputada. O zagueiro Neto e o lateral-esquerdo Alan Ruschel se recuperam do acidente e ainda não têm prazo para voltar.

Além dos atletas citados, jogadores como Wellington Paulista e Diego Renan já trabalham com o elenco e esperam somente a assinatura do contrato para serem oficializados. O plano inicial da diretoria era contratar cerca de 25 atletas para remontar o elenco. Além desta quantidade, o clube promoveu jovens das categorias de base.

Nesta segunda-feira, quatro atletas vestiram pela primeira vez a camisa do clube de Chapecó: o volante Andrei Girotto, o meia Osman, o zagueiro Luiz Otavio e o goleiro Elias.

Após a apresentação de Amaral e Zeballos neste sábado, a Chapecoense realizou um treino na Arena Condá no último domingo e os jogadores tiveram o primeiro contato com a torcida alviverde, que ocupou boa parte das arquibancadas da ala leste do estádio para saudar e incentivar os atletas.

Antes de iniciar a busca por contratações, a diretoria precisou remontar o departamento de futebol. Os novos dirigentes iniciaram a busca por reforços a partir de uma lista jogadores pretendidos elaborada antes do acidente e encontrada em um dos computadores do clube.