Temer está acompanhando pessoalmente as ações de auxílio às vítimas de acidente

Parola salientou ainda que duas outras aeronaves (um C-130 Hércules e um C-105) da FAB estão de prontidão para auxiliar no resgate

por Agência Estado

Chapecó, SC - O porta-voz do Planalto, Alexandre Parola, disse há pouco que o presidente Michel Temer "está acompanhando pessoalmente as providências" tomadas pelo Brasil para prestar auxílio às vítimas do acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense e matou mais de 70 pessoas na madrugada desta terça-feira. Informou ainda que "instruiu seus ministros a organizarem os esforços necessários para o apoio aos familiares e aos brasileiros hospitalizados na Colômbia".

Temer está acompanhando de perto o acidente do avião da Chapecoense
Temer está acompanhando de perto o acidente do avião da Chapecoense
Depois de reiterar que o presidente recebeu "com grande pesar a notícia do trágico acidente" e prestar solidariedade a todos, o porta-voz declarou que para as 17 horas desta terça estava prevista a decolagem de Brasília para Medellín em uma aeronave - um C99 da Força Aérea Brasileira, levando o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, e funcionários do município, além de especialistas do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), que auxiliarão as autoridades colombianas na investigação do acidente.

Este avião C-99 saiu de Guarulhos (SP) e está fazendo escala em Brasília para incluir na comitiva também funcionários do Ministério das Relações Exteriores que reforçarão a equipe da Embaixada brasileira na Colômbia que já foi deslocada a Medellín, além de membros da Polícia Federal, funcionários dos Ministérios da Saúde e do Esporte. Representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e funcionários das redes de televisão Globo e Fox, que auxiliarão as autoridades no reconhecimento e liberação das vítimas, também embarcarão na aeronave da FAB. O avião deverá pousar em Medellín por vota da 1h30 da madrugada no horário local.

Alexandre Parola salientou ainda que duas outras aeronaves (um C-130 Hércules e um C-105) da FAB estão de prontidão para auxiliar no resgate e traslado dos brasileiros vítimas do acidente. Uma equipe de profissionais especializados em resgate do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento também embarcará para Medellín.

Na manhã desta terça-feira, conforme lembrou o porta-voz, Temer conversou por telefone com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e transmitiu a todos os brasileiros e familiares das vítimas seu pesar.

"Em gesto de grande amizade, o presidente Santos ofereceu ao Brasil o apoio pleno do governo colombiano em todas as providências que se fizessem necessárias", comentou o porta-voz, acrescentando que "o governo da Colômbia já deslocou para Medellín uma equipe de especialistas para ajudar na identificação dos corpos". Informou também que a prefeitura de Medellín colocou à disposição do governo brasileiro um espaço no aeroporto da cidade onde está sendo montado um escritório de apoio aos familiares.