Técnico da Chapecoense, Caio Júnior adverte o Palmeiras: 'É o nosso melhor momento'

Treinador ficou indgnado ao ouvir pessoas dizerem que o Verdão terá um jogo fácil, ele comentou também a semi da Sul-Americana

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 21 (AFI) – Satisfeito com a vitória sobre o São Paulo na tarde do último domingo, por 2 a 0, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, Caio Júnior fez questão de ressaltar que a Chapecoense está em seu melhor momento no ano. O treinador ressaltou que não é a toa que o clube está na semifinal da Sul-Americana e, que ainda luta para conseguir uma vaga no G6. Sobre a possibilidade do Palmeiras comemorar o título sobre a sua equipe, o técnico enfatizou que não pretende facilitar para seu ex-clube.

“Estamos no nosso melhor da temporada, é o nosso melhor momento. Acho que precisam nos respeitar mais. Hoje ouvi gente dizendo que o Palmeiras vai ser campeão em cima da Chapecoense, dizendo que será um jogo mais fácil. Não vai ser mais fácil, nós vamos lá para buscar a vitória. Não será fácil, podem nos ganhar e conquistar o título, mas não é à toa que temos 52 pontos e estamos na semifinal da Sul-Americana, precisamos ser respeitados”, disse o treinador, em entrevista coletiva após a partida.

Caio Júnior pede respeito a Chapecoense (Foto: Cléberson Silva / Chapecoense)
Caio Júnior pede respeito a Chapecoense (Foto: Cléberson Silva / Chapecoense)

SUL-AMERICANA
Contrário ao momento de euforia vivido pela torcida, Caio Júnior pregou serenidade e ‘pés no chão’ para as partidas que restam a Chapecoense nesta temporada, principalmente, a semifinal da Copa Sul-Americana.

“Aqui não temos "oba-oba", a forma como as coisas estão acontecendo é natural. Ninguém aqui fica eufóricos com vitória ou deprimidos com derrotas. Um grupo muito maduro, a gente perde e todo mundo discute o que aconteceu. A gente conversa, senta e ninguém se abate. O São Paulo foi melhor no jogo que a gente. Só que liquidamos o jogo em 15 minutos, isso foi suficiente e mostra nossa maturidade”, comentou o treinador.