Chapecoense confirma Couto Pereira para grande final da Sul-Americana

O jogo está marcado para o próximo dia 7 de dezembro, na grande decisão da competição continental

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 25 (AFI) – A Chapecoense definiu nesta sexta-feira onde fará a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional da Colômbia. Sem poder jogar na Arena Condá, que não tem capacidade para receber o jogo, a diretoria acertou com o Coritiba para jogar no estádio Couto Pereira, no Paraná. A sugestão veio justamente do técnico Caio Júnior, que nasceu em Cascavel, mas começou a carreira em Curitiba, capital do estado.

O jogo está marcado para o próximo dia 7 de dezembro, na grande decisão da competição continental. O estádio Couto Pereira tem capacidade para pouco mais de 40 mil pessoas e deve estar lotado. A diretoria ainda não definiu os valores do ingresso, mas convidou nas redes sociais os torcedores do Coritiba para também participar da festa.

Após eliminar o San Lorenzo com um empate por 0 a 0, na última quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó, na semifinal da competição continental, o time catarinense havia informado que estava analisando quatro locais como opções para o palco do duelo onde será definido o campeão do torneio, mas agora oficializou a casa do Coritiba como sede da partida.

Além do próprio Couto Pereira, a Arena da Baixada, estádio do Atlético-PR em Curitiba, o Beira-Rio e a Arena Grêmio, respectivas casas de Internacional e Grêmio em Porto Alegre, estavam entre as opções da Chapecoense, mas estas três últimas foram descartadas.

No final das contas, pesou para a escolha do estádio do Coritiba os fatos de o local possuir gramado semelhante ao da Arena Condá e contar também com as mesmas cores verde e branca da Chapecoense. O clube não pode abrigar o duelo na Arena Condá porque a Conmebol exige que os estádios da decisão tenham capacidade mínima para receber 40 mil torcedores.

O confronto de ida da final contra o Atlético Nacional será na próxima quarta-feira, em Medellín, onde o time colombiano se garantiu na disputa pelo título ao empatar por 0 a 0 com o Cerro Porteño, após igualdade por 1 a 1 no jogo de ida da semifinal, em Assunção. O mesmo ocorreu com a Chapecoense, que empatou por 1 a 1 com o San Lorenzo na Argentina e depois avançou com um 0 a 0 em Chapecó.